Review: fones sem fio Sony WF-XB700 (graves + bateria)

Review: fones sem fio Sony WF-XB700 (graves + bateria)

RESUMO

Sony WF-XB700 entregam grande qualidade de som com enorme duração de bateria. Recomendação: compre.

Fones true wireless da Sony entregam ótima qualidade de som com grande duração de bateria.

Sony WF-XB700: o que importa

  • Não é porque a Sony ainda tem alguns meses de sobrevida no Brasil que vou parar de falar dela.
  • Os fones sem fio Bluetooth Sony WF-XB700 fazem parte da leva mais recente de lançamentos da marca em áudio no país, junto ao WH-1000XM4 – meu fone grande com cancelamento de ruídos favorito.
  • Você ainda vai ter um fone true wireless: os fabricantes de smartphones já eliminaram o conector padrão de fone de ouvido (3,5 mm) dos aparelhos topo de linha – vide Samsung e Apple em seus lançamentos mais recentes.
  • E por isso é um mercado superaquecido (gosto do termo que o IDC usa: hearables), apesar da crise pandêmica: todo fabricante – especializado em áudio ou não – tem seus modelos. A Sony concorre aqui com JBL, Beats, Samsung (1) (2), Apple, Xiaomi, Jaybird e muitas outras.
  • Vale a pena comprar os Sony WF-XB700? Sim. Eu gosto da assinatura do som da Sony – clara e muito bem definida, com graves e agudos bastante perceptíveis. O preço sugerido também é ótimo (R$ 999, mas já com descontos na Amazonlink de afiliado) em comparação aos concorrentes.

    No caso desse modelo, os graves são um pouco exagerados, sendo um modelo mais indicado para quem gosta de pancadão mais forte nos ouvidos. Não é um grave absurdo (estilo carro de som), mas definitivamente é o forte desses fones.
  • O que é legal nos fones: qualidade sonora já citada, duração enorme da bateria – Sony fala em 18h de duração (com o case carregador), mas ouvindo em média 2h de música/dia eu carreguei apenas duas vezes em 15 dias de uso. Dez minutos dos fones no estojo de carga representam uma hora de música.

    Eu gosto que a superfície externa dos fones não é sensível ao toque e os fones têm um botão de comando bem discreto – que serve para pausar músicas, atender ligações ou comandar assistentes de voz (Alexa, Google Assistente ou Siri). Não que eu use assistentes de voz, claro.

    Outro item interessante nos WF-XB700 é o fato de eles terem proteção IPX4 de resistência à água. Não são fones esportivos, mas podem resistir bem ao suor dos exercícios.

    Bônus para os LEDs indicadores de carregamento dos fones, que podem ser vistos por fora da caixa e criam um visual meio sombrio 🙂
  • O que é estranho nos fones: o formato in-ear. Esse é o meu formato favorito de fones de ouvido (sim, eu sou essa pessoa estranha) desde sempre, mas o WF-XB700 requer um tempo extra para se acostumar. O formato dele é maior – por conta da bateria com mais espaço, claro. – e demorei um pouco para encontrar a posição correta. Apesar de parecer que ele fica solto, o encaixe é correto e os fones não caem conforme você se movimenta.

    Por não ser um modelo premium da Sony (como o WH-1000XM4 ou o também sem fio WF-1000XM3 (outro favorito pessoal), o WF-XB700 não tem um app da Sony para atualizar firmware ou fazer ajustes finos. Basta ligar e conectar ao smartphone/computador. Mas é detalhe.
Escrito por
Henrique Martin
1 comentário