Realme 7 5G: marca avança aos poucos
Início » SMARTPHONES » Realme 7 5G: marca avança aos poucos

Realme 7 5G: marca avança aos poucos

RESUMO

Realme 7 5G é o terceiro smartphone da marca a ser lançado no Brasil, com conectividade 5G e configurações bem interessantes.

Realme 7 5G: o que importa

  • A Realme lançou dois smartphones (e acessórios) em janeiro e anuncia hoje a chegada do Realme 7 5G, seu primeiro modelo com conectividade 5G e estratégia de preço bastante agressiva. Além disso, os fones de ouvido sem fio Realme Buds Air Pro também chegam ao varejo online.
  • Não vejo uma estratégia de lançamento com preço tão baixo (pelas especificações técnicas) desde os bons tempos que a Asus jogava os preços do Zenfone no chão. O Realme 7 5G tem preço sugerido de R$ 2.599, mas será vendido pelo valor promocional de R$ 1.899 até 12 de abril.
  • Com conectividade 5G, o Realme 7 5G tem como principal concorrente na faixa de preço o Samsung A32 5G (que tem configuração mais básica). Sigo afirmando que 5G é legal, mas no Brasil ainda é estratégia de marketing de operadoras e fabricantes enquanto não ocorrer o leilão de frequências da Anatel em algum momento do semestre (e posterior implantação das redes em todo o país – e 5G DSS é 4G, certo?)
  • O smartphone vem nas cores prata radiante (que tem esse nome grande da marca na traseira e que dá um efeito bem legal, porém um pouco exagerado ao acabamento) e azul névoa (sem a escrita gigante).

Realme 7 5G: Especificações

O smartphone é o primeiro no mercado brasileiro a vir com um chipset MediaTek Dimension 800U – que também é o primeiro MediaTek com 5G e fabricado no processo de 7 nanômetros. São 8 GB de RAM, 128 GB de armazenamento interno (expansível a 256 GB com cartões MicroSD), rodando Android 10 com interface Realme UI, com atualização prevista para Android 11 “em breve” A gaveta para SIM card é compatível com 2 “chips” 5G de operadoras ao mesmo tempo.

Completam o pacote um leitor de impressões digitais na lateral direita do smartphone, conector 3,5 mm para fones de ouvido, alto-falantes estéreo com som Dolby Atmos e uma porta USB-C para recarga/troca de dados com o computador.

O Realme 7 5G vem com uma tela de 6,5 polegadas com 120Hz de taxa de atualização – algo raro em aparelhos intermediários como esse. A tela ocupa 90,5% da frente do aparelho, deixando algumas bordas (algo também comum para um mid-range como ele).

A câmera principal do Realme 7 5G tem 48 megapixels de resolução e o aparelho traz ainda uma grande angular de 8 megapixels, uma lente macro de 2 megapixels e um sensor preto e branco para profundidade (também de 2 megapixels). A câmera frontal tem 16 megapixels de resolução.

O carregador é um destaque do Realme 7 5G: chamado de DART e promete encher a bateria de 5.000 mAH em 65 minutos – é bem rápido e mostra na tela do aparelho a porcentagem de carregamento rápida, algo fascinante de ver. O smartphone vem com uma capa de silicone também na caixa.

O segundo lançamento da Realme hoje são os fones Realme Buds Air Pro, que têm cancelamento de ruído ativo como os AirPods Pro, da Apple, e os Galaxy Buds Pro, da Samsung. O preço promocional até 12 de abril é de R$ 699 e, após a data, R$ 899.

Realme: Estratégia

Esse é o primeiro smartphone da Realme que tenho contato, e espero ter um review em breve. Por enquanto estou ao mesmo tempo impressionado (com o carregador rápido e com a boa câmera principal) e frustrado (ao ver que muito da interface e do estilo do aparelho é parecido com o que a Huawei ou Xiaomi fazem nos seus smartphones).

A Realme diz que o Brasil é a base de negócios da companhia para a América Latina e “um país importante na estratégia de expansão no mercado global” – tanto que querem estar no top 3 de maiores fabricantes no Brasil em cinco anos. Oportunidade não falta: a LG, atual número 3, acabou de largar o mercado de smartphones e as demais marcas que não se chamam Samsung e Motorola estão diluídas no restante das vendas.

Alguns passos para conseguir isso já estão em andamento: hoje a Realme só vende online em parceria com a B2W (Americanas, Submarino), mas outros canais online e offline começam a receber produtos da marca em breve. A Realme também quer fabricar produtos no Brasil, mas sem data ainda para o início – por enquanto, os aparelhos são importados.

Para assinar INTERFACES clique aqui e receba o melhor da tecnologia por e-mail toda sexta-feira de manhã, com a nossa curadoria.

Escrito por
Henrique Martin
1 comentário
  • […] O Realme 7 5G é, como diz o nome, o primeiro aparelho com conectividade 5G da marca no Brasil (não que você possa fazer algo além do truque do DSS das operadoras hoje em poucos lugares do país). Design diferente, com uma marca enorme atrás em uma das opções de cores, preço promocional de lançamento muito barato (R$ 1.899 por tempo limitado) para as configurações.  […]