Galaxy Books | Dia do Josh | ChatDireto
Início » NEWSLETTER » Galaxy Books | Dia do Josh | ChatDireto

Galaxy Books | Dia do Josh | ChatDireto

RESUMO

Edição enviada em 30 de abril de 2021 aos assinantes da INTERFACES NEWSLETTER.

OFERECIMENTO

Bom dia

Nesta edição com apoio especial do ChatDireto, temos a investida forte da Samsung no mercado de notebooks (com preços ótimos… nos EUA), muito BBB (é a última semana, vai) e o sensacional Dia do Josh. 

Ah sim, prometemos uma surpresa semana passada: junto com a Novelo, criamos um relatório rápido da série Techtubers sobre como os YouTubers de tecnologia se comportaram em relação aos novos produtos da Apple – e o item mais popular é uma surpresa, pelo menos para a gente.  Boa leitura e até maio – Henrique e Samir

ELETRÔNICOS DE CONSUMO

PROFISSIONAIS PARA VALER

A falta de vazamentos de potenciais smartphones dobráveis já indicava que o terceiro Unpacked da Samsung neste ano não seria sobre essa categoria de produtos – e não foi mesmo.

A linha de notebooks Galaxy Book cresceu com quatro novos modelos: Book Pro para uso geral com promessa de bom desempenho, Book 360 com a tela sensível ao toque e caneta S-Pen integrada, Book Odyssey (um monstro de performance com hiperlativos para todo lado nas especificações) e um Galaxy Book mais simples e barato. 

Com a presença de Intel e Microsoft na apresentação, a Samsung deixa claro que quer ser (desculpem a comparação infame) a Apple no mundo dos PCs com Windows, com tudo integrado – smartphone falando com notebook que comanda as coisas conectadas da casa – e design fino e leve, cheio de portas e conexões (que fazem falta no mundo Apple, mesmo nos modelos Pro). Ah sim, alguns modelos já vêm com conectividade 5G integrada.  Os produtos chegam ao mercado brasileiro em breve – assim esperamos.

Galaxy Book Pro 360
Galaxy Book Pro 360: fino, leve e com a tela touch (Samsung/Divulgação)

NÚMEROS ENORMES

Ainda na Samsung, a família de herdeiros vai doar obras de Monet e Picasso para aliviar o imposto sucessório na Coreia do Sul.

E no Brasil a ação no BBB com os smartphones dobráveis levou a categoria ultra premium para conhecimento geral de um público novo (a empolgação de Tiago Leifert ajudou bastante também para um aparelho – Z Flip – que já deveria estar esgotado antes do programa).

A FILA ANDA

Depois do Moto G100, do Moto G10 e do Moto G30, conhecemos esta semana o Moto G60, mais um modelo intermediário com super bateria da fragmentada linha de smartphones da Motorola. 

Moto G60: bateria de 6.000 mAH e câmera de 108 megapixels (Motorola/Divulgação)

A CHUVA É MOLHADA

E rumores de que a Apple trabalha em processadores de segunda geração (M2) são mais previsíveis que o tempo em São Paulo em uma tarde de verão. Na editoria “detalhes”, o novo teclado Magic Keyboard para iPad Pro de 12,9 polegadas não serve em iPads Pro antigos (!) e a Apple vai precisar oferecer três anos de garantia na Espanha para seus consumidores.

SIRI AMIGA

“Siri, estou tomando um enquadro”: um atalho criado por brasileiro ajuda donos de iPhones quando são abordados pela polícia – ao falar o atalho, a câmera começa a gravar tudo e envia por email, para preservar indícios.

RADAR

Tile, Galaxy Smart Tags, Apple AirTags: os rastreadores sem fio são a nova moda entre os fabricantes de hardware, e tem até operadora (T-Mobile) lançando seu próprio.

Enquanto isso, no Brasil seguimos discutindo se as operadoras devem ou não localizar aparelhos furtados/roubados pelo IMEI

A LG TAVA NA QUEBRADA

E claro que alguém veio dar idéia errada: por que não estatizar a fábrica de celulares que vai fechar em Taubaté?

TIEFIGHTER

A Citizen lançou dois relógios temáticos de Star Wars nos EUA, e estamos babando aqui por eles.

SEM CONTATOS INÚTEIS

A gente adora ideias em tecnologia que são simples e diretas – e o ChatDireto.com é assim. Você entra no site, digita o número de celular desejado e abre um chat no WhatsApp com essa pessoa, sem precisar cadastrar um contato novo no smartphone e ficar brigando com o gerenciador de contatos do sistema operacional (Android ou iOS, estamos falando de vocês). O serviço tem cerca de 2 milhões de acessos todos os meses.

É uma solução rápida e direta para que consumidores se conectem direto a empresas, e médicos e prestadores de serviços aos seus clientes. E dá para criar um link rápido (chatdireto.com/numerodotelefone) para compartilhar em sites e cartões de visita. Legal, né?

CULTURA DIGITAL

DIA DO JOSH

Em abril de 2020, um cidadão chamado Josh convocou outros Joshes no Twitter para uma luta para definir quem teria direito ao nome. A brincadeira virou ação para arrecadar alimentos para caridade e o pequeno Josh Vinson Jr, de 4 anos, ganhou a “luta”.

A INTERNET DEVE ESTAR CERTA

Paddington 2, na avaliação dos críticos do Rotten Tomatoes, é melhor que Cidadão Kane.

NOVO FAKE

Sai o deepfake de vídeos de famosos, entra o deepfake de imagens de satélite para campanhas de desinformação geográfica.

PARALISAÇÃO SOCIAL

Neste final de semana, várias organizações do futebol inglês vão boicotar as plataformas de mídias sociais, em um esforço para tentar convencer as big tech a resolverem a questão de ódio na web.

QUESTÕES

A CUFA (Central Única das Favelas) estava usando programas de reconhecimento facial para cadastro biométrico de beneficiários dos programas de doações. Mas em razão da privacidade o uso das ferramentas foi suspenso

PALMIRINHA

A Apple escondeu no final do evento da semana passada um quadro com a receita dos biscoitinhos amanteigados de Ted Lasso, e uma boa alma na internet conseguiu reproduzi-la.

NOMENCLATURA

A Disney trocou o nome dos canais Fox no Brasil para Star (e Star+ no vindouro streaming), mas o pessoal dos canais Starz (com “z”) não gostou nem um pouco.

AINDA O BBB

O fenômeno Big Brother Brasil foi responsável pelo aumento da audiência no Globoplay neste começo de 2021. E o pessoal do SAS fez uma estimativa de quantos seguidores Juliette deve ter no fim do programa – que estará com o pay-per-view aberto na Vivo até domingo (quase inútil, tendo em vista que com pouca gente na casa, está tudo um tédio).

PEQUENO ATRASO

Nos EUA, uma mulher foi acionada na Justiça por não devolver uma fita VHS alugada em… 1999.

AMOR E CADEIA

Um dos invasores do congresso americano em janeiro entrou no Bumble à procura de uma companhia, e achou: seu match o denunciou para o FBI e ele está na cadeia.

VOVÓ CONECTADA

Um inventor com tempo e disposição integrou uma caixa com botões físicos a uma conta de Telegram, permitindo que idosos não acostumados a smartphones possam mandar áudios para seus netos.

CONFORTO

Conheça Chaya Milchtein, que lança um olhar sobre a compra de carros por pessoas gordas – um público ignorado por montadoras.

ACHADOS AMAZON DA SEMANA

LEITURAS LONGAS

SHOW ME THE MONEY

O Manual do Usuário foi atrás de como o dinheiro sai do assinante e vai (pouco) para a mão dos músicos, passando pelos serviços de streaming.

FELIPE (OU LUCCAS) NETO DO MAL

No New York Times, como Jake Paul, além de um péssimo Youtuber (e irmão de outro quase tão ruim quanto), também se mostrou um péssimo agenciador.

E uma explicação sobre o termo do momento entre os jovens: Cheugy.

JORNALISMO EM CRISE – O RETORNO

No Nexo, os caminhos que o jornalismo tem trilhado para tentar sobreviver nesse tempo de redes sociais, buscadores e big techs, que normalmente são vistas como vilãs nessa relação.

FALANDO EM VILÕES…

Na The Atlantic, as razões pelas quais o Yahoo pode ser considerado um vilão da internet (até do Geocities lembraram).

TECHBIZ

MERCADO GRANDE

Um olhar sobre os números grandes e crescentes do MercadoPago.

CALIBRANDO

A Microsoft vai trocar a fonte padrão do Office, após 14 anos de Calibri, e quer a ajuda dos usuários para definir a nova escolha.

FIM DA LINHA

Mais uma vez estamos chocados com as imagens do “cemitério de bicicletas” daqueles serviços de compartilhamento  – que evaporaram com mais rapidez do que chegaram.

LAMBDA LAMBDA LAMBDA

A compra do Jovem Nerd pelo Magalu deu início a uma nova fase, e parece que haverá um bom investimento para aumentar o volume de conteúdo e ampliar para novos formatos.

DE MENTIRINHA

A imagem do CEO de uma empresa que desapareceu com R$ 17 milhões em criptomoedas foi criada por inteligência artificial. Sim, a galera caiu no papo de um dollynho gourmet farialimer.

Por falar nisso, criptomoedas passaram de nicho a mainstream, segundo o NYT.

INTERFACES circula por e-mail toda sexta-feira de manhã. 

Para assinar, clique aqui.

Este post contém links de associados para a Amazon Brasil. Caso você compre algo, INTERFACES pode receber uma comisão.