Vacina x 5G | Privacidade do Zap | Pixsexuais 😳
AirPods Max desmontados (iFixit/Reprodução)

Vacina x 5G | Privacidade do Zap | Pixsexuais 😳

RESUMO

Edição enviada em 22 de janeiro de 2021 aos assinantes da INTERFACES NEWSLETTER.

Essa edição da Interfaces tem coisas sérias (5G! vacinas! Twitter!) e divertidas (gadgets, games, internet, TikTok). Se tiver que ler apenas uma coisa desta edição, leia a história do lança-chamas da Boring Company lá nas leituras longas – ou como ideias infantis pode se tornar bem perigosas.  Divirtam-se e até semana que vem – Henrique e Samir.

ELETRÔNICOS DE CONSUMO

TROCO 5G POR VACINA

A Huawei deve, no fim das contas, ser fornecedora de equipamentos 5G para as operadoras brasileiras após o leilão em junho. Espera-se que o governo brasileiro baixe o tom contra os chineses por um motivo estratégico: fornecimento de matéria-prima para as vacinas contra a Covid-19. 

O ministro das Comunicações sai agora em uma turnê mundial (Finlândia, Suécia, Coreia do Sul e China) para visitar os fabricantes de infraestrutura 5G e está na mesa de negociações da vacina junto aos ministérios da Saúde e da Agricultura. Nesse meio tempo, o ex-presidente Michel Temer foi contratado como “consultor jurídico” da Huawei, para ajudar no lobby pela presença da companhia chinesa no leilão do 5G. (Isso bizarramente nos lembra do presidente Logan voltando à série 24 Horas).

Vale lembrar sempre que a Huawei não vai comprar licenças, mas sim fornecer equipamentos para as operadoras – um potencial banimento faria todas operadoras brasileiras precisarem trocar sua infraestrutura já existente por equipamentos não-Huawei, o que não faz sentido (e o consumidor vai pagar a conta).

No apagar das luzes do governo Trump, porém, mais restrições para a Huawei: algumas empresas, como a Intel, ainda tinham licença para vender produtos para os chineses, e foram proibidas de seguir com seus planos. A conferir qual a estratégia do presidente Biden para China e Huawei em um futuro próximo.

MOINHOS DE VENTO

Além da discussão do 5G, o ministério das Comunicações quer que todo celular fabricado no Brasil tenha rádio FM integrado, fruto de lobby das emissoras, que correram para aprovar a ideia. Alguém conta para o ministro que existem apps de rádio? (sabemos que é uma questão de “rádio não precisa de pacote de dados”, mas mesmo assim as operadoras que amam dar Zap de graça poderiam fazer algo parecido).

MERCADO CINZA CRESCE

O brasileiro importou mais smartphones da China em 2020: a Abinee, associa̤̣o de fabricantes da ind̼stria, diz que o crescimento em rela̤̣o ao ano anterior foi de 31% Рou R$ 642 bilh̵es gastos em importa̵̤es.

PULANDO FORA

A LG anunciou no fim de 2020 uma reestruturação em sua unidade de negócios de smartphones, passando a terceirizar a produção de smartphones de entrada/intermediários. Na semana passada, surgiu a primeira notícia em Seul, rapidamente negada, sobre a LG deixando de vez o negócio de smartphones – que já deu um prejuízo de US$ 4,5 bilhões nos últimos cinco anos. 

Agora um memorando interno vazou falando que a LG vai fazer mudanças na unidade este ano, informação confirmada na Coreia e nos Estados Unidos. Em 2020, a LG tinha 1,9% de mercado global, segundo o IDC, e segue o caminho de Sony, BlackBerry, HTC e tantas outras marcas que um dia foram grandes e mudaram sua estratégia (Sony), foram vendidas/licenciadas (Nokia) ou esquecidas dentro de quem as comprou (HTC com o Google). 

Um dos caminhos possíveis para a LG é vender a unidade ou reduzir o tamanho da operação. O Vingroup, fabricante terceirizado da LG e outras marcas no Vietnã, já mostrou interesse em adquirir as operações da LG nos Estados Unidos.

Será que o LG com tela enrolável verá a luz do dia? (LG/Reprodução)

PRECOCE

Um estudo feito em hospitais da Califórnia e Nova York mostra que relógios inteligentes (Apple, Garmin, Fitbit) podem ajudar a detectar pequenas mudanças nos batimentos cardíacos causados pela Covid-19, antecipando o diagnóstico.

PRO PARA VALER

Os primeiros reviews dos fones Galaxy Buds Pro começaram a sair no exterior, e são bastante positivos. Mas queremos mesmo a capinha retrô vendida apenas pela Samsung na Coreia do Sul. 

Saíram também os reviews do Galaxy S21 Ultra, igualmente no tom “uau, a Samsung acertou no hardware, mas o software segue precisando de ajustes de novo”. Mas parece que o Galaxy Note 21 subiu no telhado e não será lançado no segundo semestre.

Celular flip? Não, capa para fone de ouvido sem fio (Samsung/Divulgação)

EM PEDAÇOS

O iFixit desmontou os fones Airpods Max e descobriu que o suporte para a cabeça é fácil de remover – o que pode indicar a venda da parte separada em um futuro próximo.

Os fones de luxo já estão à venda no Brasil – o youtuber brasileiro Mind the Headphone fez um vídeo mostrando o produto (pelo que entendemos, emprestado por um assinante do canal).

RUMOR DA SEMANA

A Bloomberg (sempre) antecipa os planos da Apple para computadores com chip M1: iMacs com novo design, monitor mais barato e um Mac Pro menor (o sonho de um Mac Cube com interior de Mac Pro segue vivo). Mas os planos de um dispositivo de realidade virtual estão atrasados.

MÃOS À OBRA

Pat Gelsinger, futuro CEO da Intel, só assume o cargo em fevereiro, mas sua chegada fez o departamento de pesquisa e desenvolvimento se mexer, com alguns engenheiros importantes (como o que criou os chips Core) voltando da aposentadoria para trabalhar em novos projetos. 

Ainda na Intel, a Dell lan̤ou esta semana no Brasil os primeiros notebooks com processadores Core de 11a gera̤̣o Рṣo tr̻s modelos do Inspiron 13 5000.

Dell Inspiron 13 5000: primeiros com novos Intel Core de 11a geração (Dell/Divulgação)

QUADRADO

Uma concluṣo interessante da CES 2021: os notebooks com tela no aspecto 16:9 (aquele padṛo de tela de alta defini̤̣o) esṭo com os dias contados Рe o aspecto 3:2 (com a tela mais alta) ̩ o novo queridinho dos fabricantes.

MAIS UM PARA A TOMADA

A Mercedes lan̤ou seu crossover el̩trico, o EQA, modelo de entrada da categoria, consolidando ainda mais a presen̤a dos el̩tricos (pelo menos na Europa Рe logo, nos EUA).

Completa com eletricidade, por favor? (Mercedes/Divulgação)

ACHADOS AMAZON DA SEMANA

CULTURA DIGITAL

DESPLATAFORMOU

A decisão de banir Donald Trump do Twitter não foi fácil e Jack Dorsey, CEO da rede, tinha suas dúvidas sobre jogar o ex-presidente para fora da sua principal plataforma (tem até uma lista de todas as pessoas/coisas/entidades que Trump insultou). Por outro lado, o Facebook mantém Trump suspenso, mas a decisão final vai ficar por conta do Comitê de Supervisão (o conselho de sábios), uma jogada de mestre do Facebook de tirar a responsabilidade do seu ombro.

O cerco do Twitter segue por todo lado para banir discurso de ódio e desinformação. Na última semana, teve um pouco para todo mundo: governo chinês (conta da embaixada chinesa nos EUA bloqueada após post sobre a minoria Uigur), do ministério da Saúde no Brasil (post sobre tratamento precoce, que não existe, levou a já tradicional marcação de informação enganosa), presidente Bolsonaro e alguns deputados (que nunca foram sinônimo de informações confiáveis, ou da existência de inteligência) e até mesmo do congresso venezuelano (conta suspensa sem muito mais detalhes).

FEZ DIREITO

Já o AirBnb pode ser usado de exemplo contra extremistas online: o site vem – há anos – pesquisando sobre os seus anfitriões e banindo quem tem potencial de encrenca (ter contas condicionadas ao Facebook ajuda também).

CHOQUE DE REALIDADE

Seguidores da bobagem do QAnon se surpreenderam ao ver que nada das “profecias” se cumpriram na posse de Joe Biden como presidente dos EUA. E, quem diria, estão chocados com a realidade (tem uns tontos no Brasil também descobrindo que foram enganados).

COMBINARAM COM OS RUSSOS

O Parler voltou ao mundo online. Agora usando servidores na Rússia, o que não faz muito sentido. Ou faz todo sentido, se pensar direito. O processo que os donos da rede de “livre expressão” moveram contra a AWS ocorreu como esperado: o Parler perdeu a ação.

BICHO PREGUIÇA

O recurso de aleatoriedade do Netflix vai ser liberado para todo mundo ainda este ano. É o máximo da procrastinação pedir para o algoritmo te mostrar algo surpresa.

$NAPCHAT

TikTok faz barulho, mas é o Snapchat que está pagando milhões (sim, milhões) de dólares para seus criadores de conteúdo.

FALE COM ESTRANHOS

O TikTok também ajudou a ressuscitar o Omegle, site de bate-papo por vídeo com estranhos ao redor do mundo. Use com cuidado, por motivos de “sempre tem gente sem roupa com a câmera aberta”.

FICOU PARA DEPOIS

A mudança nos termos de privacidade do WhatsApp foi adiada para 15 de maio, por conta da repercussão negativa mundo afora (há quem diga que é um problema de desinformação causado pelo próprio Zap).

DO FUTURO

O navegador Brave anunciou esta semana que é o primeiro a ter compatibilidade nativa com o novo protocolo IPFS (InterPlanetary File System), que descentraliza sites e permite acessos em locais com problema de censura, por exemplo.

QUEM DIRIA

Que a estratégia do Spotify de apostar forte em podcasts não daria muito certo. Foi um spotifail?

PONTO CERTO

A Barilla criou oito playlists no Spotify com o tempo correto de cozinhar uma massa al dente. Para o almoço hoje vai um mixtape spaghetti, um pleasant melancholy penne ou um moody day linguine

TERMINOLOGIA

Pixsexual: pessoa que usa o Pix, sistema de pagamentos, para tentar namorar outras pessoas ao mandar mensagens. Parabéns ao editor da CNN Brasil que cunhou o termo. Para mais conteúdo bizarro sobre Pix, podem fazer como o Samir e entrar no Facebook.

GAMES

EXAGERO

Como bem disse o autor do texto, Caio Carvalho, do Gizmodo, a ideia de ter um tênis com uma placa de vídeo RTX 3080 na sola “foi além” (além do bom gosto).

Imagina pisar em sujeira de cachorro na rua e ter que limpar essa RTX? (NZXT/Divulgação)

FOGO LIVRE

A Garena, dona do Free Fire, revelou a liga brasileira do jogo, com mais de R$ 2,4 milhões em prêmios.

SONIC COMO NUNCA VISTO

Entusiastas do porco-espinho conseguiram pegar as telas do remake do jogo para smartphones e ampliar o campo de visão do mapa, permitindo que você veja todo o percurso em uma mesma tela. Útil? Nem um pouco. Mas bem interessante.

NIINTENDO

A Nuuvem fechou um acordo com a Nintendo para vender jogos de Switch no Brasil. O que permite o uso de boletos, parcelamento e mais flexibilidade nas possibilidades de compra.

QUANDO O INVERNO CHEGAR

Já pensou em largar seu aquecedor a óleo e trocá-lo por um PC Gamer?

BILHÃO COM B

A Activision-Blizzard está avaliada em US$ 72 bilhões (mais de 280 bilhões de reais) – graças ao aumento de vendas durante a pandemia e microtransações nos jogos.

PROBLEMA DE GENTE GRANDE

Com 500 milhões de pessoas jogando Among Us e interagindo nas caixas de texto, problemas com moderação já são esperados.

LEITURAS LONGAS

FOGUINHO

A Boring Company, de Elon Musk, lançou um lança-chamas em 2018. Sim, um lança-chamas, mas era um “brinquedo”. A empresa vendeu tudo e, bem, policiais de todo o planeta vêm efetuando prisões de donos do “brinquedo” que, no fim das contas, é uma arma. O TechCrunch conta o que está acontecendo com detalhes.

PARA JORNALISTAS

Se precisa divulgar gravações secretas feitas no Zoom, o Intercept tem um guia de como fazer isso sem comprometer sua fonte.

IGREJA

Zune é daquelas coisas que não tem nome de culto, mas parecem com um – e o Verge fala dessa turma empolgada com o velho player de MP3 da Microsoft.

TECHBIZ

007

O Microsoft Teams, além de ferramenta de produtividade, rastreia (mesmo) os usuários. E a lista de maneiras como isso é feito é longa.

IDEIA ERRADA

Moodbeam é uma pulseira conectada para uso em home office que indica para seu chefe se você está com bom ou mau humor. 

BANCO FAZENDO LAMBANÇA

  • O Banco C6 Consignado, controlado pelo C6 Bank, estava oferecendo empréstimos (consignados) a clientes sem que eles tivessem sido solicitados. O Ministério da Justiça precisou intervir.  
  • Um erro no Itaú fez com que transferências via Pix fossem em dobro para os destinatários. Agora o banco entrou na justiça para conseguir o dinheiro (quase R$ 1 milhão) de volta, e não vai ser fácil.

LOJINHA

E temos uma empresa nacional de “live commerce”, a Alive, que segue o modelo de vender por vídeo nas redes sociais.

SÓ OS 9INHO

O novo CEO da SAP é 10 anos mais novo que a empresa que lidera, e a Protocol conta um pouco da história de Christian Klein.

NEGÓCIO EXTRA

O Uber agora tem uma operadora de celular virtual no Brasil, feita em parceria com a Surf Telecom. O plano pré-pago oferece Waze, WhatsApp e navegação nos apps Uber de graça e já está disponível para motoristas e entregadores.

INTERFACES circula por e-mail toda sexta-feira de manhã. 

Para assinar, clique aqui.