Windows 11 | 6G vindo | Nintendo na E3
Início » NEWSLETTER » Windows 11 | 6G vindo | Nintendo na E3

Windows 11 | 6G vindo | Nintendo na E3

RESUMO

Edição enviada em 18 de junho de 2021 aos assinantes da INTERFACES NEWSLETTER.

Oferecimento:

Sh*ft Festival

Ciclos da tecnologia: vazamento, lançamento, review, especulação da próxima geração, repetir. Estamos em uma fase de vazamentos, onde pouco acontece, mas muito se especula – seja de smartphones dobráveis ou do futuro Apple Watch. Esta semana temos também muita coisa em cultura digital e uma conta interessante: 2021 está melhor para as startups brasileiras que o ano passado. Boa leitura e até semana que vem – Henrique e Samir

PS: dia 26 de junho tem Sh*ft Festival. Leitores da newsletter têm 30% de desconto com o código INTERFACES.

ELETRÔNICOS DE CONSUMO

DOBROU

Na ausência da linha Galaxy Note em 2021, a Samsung deve anunciar a nova geração de smartphones dobráveis em agosto com o Galaxy Z Fold 3 e o Galaxy Z Flip 3 – dependendo da fonte, pode ser anunciado dia 3 de agosto e chegar ao varejo no dia 27 (vazadores, decidam-se). A bateria do Z Flip 3 já passou na Anatel, por sinal (apesar de ser a segunda geração do modelo menor, ela deve levar o nome Z Flip 3 mesmo). 

De qualquer forma, o Galaxy Z Fold 2 parou de ser vendido nos EUA (achamos que o motivo da desova para influencers no Brasil), mas parece que foi apenas erro da loja online.

JANELAS

A Microsoft apresenta a próxima geração do Windows no dia 24, mas telas e o próprio sistema operacional já vazaram em fóruns online (com imprensa baixando por conta e risco).

Windows 11 a caminho: apostamos mais em melhorias que em mudanças (Baidu/Reprodução)

SAÚDE É O QUE INTERESSA

Ainda nos vazamentos (que semana), a Bloomberg (sempre) traz detalhes do Apple Watch Series 7, com design atualizado. Em um futuro próximo, o relógio deve ganhar recursos de medição de temperatura e sensor de glicose. Vale notar que a Apple, em algum momento, cogitou abrir clínicas de saúde próprias (!)

Em tempo: semana passada falamos do “jardim murado” da Apple. O Verge vai além e comenta que o comportamento da empresa lembra mais uma operadora de telefonia do que um fabricante de hardware, onde a receita por consumidor é o que mais importa.

PORTÁTIL

No mundo real, a Beats lançou seus (também vazados massivamente nas últimas semanas) fones Studio Buds, sem fios e com cancelamento de ruído. Chegam em breve ao Brasil.

Já vimos estes fones nas orelhas de muitas celebridades “sem querer” (Beats/Divulgação)

SEM PERDAS

Apple Music (e outros serviços de streaming musical) têm recursos de áudio com maior qualidade. Mas funciona mesmo ou é truque de marketing? Paulo Barba e Mind the Headphone explicam.

PREMIUM

A Realme anunciou seu novo smartphone Realme GT, um modelo topo de linha, para o mercado europeu. Os reviews são bastante positivos (lembram um pouco o que a Asus causava em um passado distante).

RESTRITO

Vai um smartphone com pedigree Leica aí, com uma câmera apenas e sensor grande de 1 polegada? Parece ser irmão de um modelo similar da Sharp e está à venda apenas no Japão.

SUPER

Outro dia comentamos do carregador mais-que-veloz da Xiaomi. Testes de bateria indicam que a capacidade total de armazenamento de energia cai para 80% em um ano. Velocidade de recarga tem um preço.

MAS NÃO ERA TUDO A MESMA COISA?

OnePlus e Oppo aumentaram sua “integração”, unificando equipes. Sempre vimos a Oppo como uma empresa focada no mercado asiático e a OnePlus era sua irmã para vender nos EUA e Europa. Ah, a Oppo deu mais detalhes do seu smartphone enrolável.

MAL TEMOS O 5G

E (mais que esperado) já tem empresa como a Samsung testando em laboratório a próxima geração (6G).

LIBEROU

A Honor anunciou a linha Honor 50 na China, com uma boa notícia: agora que não está mais associada à Huawei, a Honor pode incluir os Google Mobile Services (GMS) em seus smartphones e vender de forma decente no ocidente. A marca também lançou notebooks no México.

Honor série 50: agora com serviços do Google (Honor/Divulgação)

PREGO

Ikea e Sonos lançaram um alto-falante conectado novo, Symfonisk. O legal é que a Ikea define o produto como um “porta retratos com alto-falante Wi-Fi” – o painel frontal sai e pode ser substituído por diversos estilos (pagos à parte, claro).

Caixa de som? Não, é uma tela de som conectada (Ikea/Divulgação)

TV PIRATA

17 mil desbloqueadores ilegais de TV por assinatura foram apreendidos pela Anatel no Porto de Santos. A carga, no valor estimado de R$ 8,5 milhões, foi identificada por auditores da Receita Federal. É uma gota no oceano de combate à pirataria, mas já é alguma coisa.

BANANAS

Enquanto o Brasil fecha sua única fábrica de semicondutores, o mundo se adapta à crise no setor – seja a Qualcomm dizendo que está pronta para investir na ARM caso a fusão com a Nvidia não dê certo, seja a Intel montando um comitê de relações governamentais para lidar com o tema.

OFERTAS ANTECIPADAS DO AMAZON PRIME DAY

CULTURA DIGITAL

JARDIM

Tretas do mundo moderno: os membros do Soundgarden ganharam acesso ao site da banda e mídias sociais. A decisão foi um acordo com Vicky, viúva de Chris Cornell. É a velha e boa questão do que acontece com seus dados/redes caso você passe dessa para uma melhor.

ESTANTE

Livros novos: seja no formato físico, com o livro sobre TikTok do jornalista do Washington Post (que faz TikToks todos os dias mesmo quarentenado em casa), seja no formato digital, com um novo método de venda por episódios para Kindle que a Amazon lançou nos EUA, voltado a autores independentes.

PERGUNTAR NÃO OFENDE

Mas a atitude do YouTube de banir certos tipos de anúncios (álcool, política, apostas) no cabeçalho principal do site muda alguma coisa em relação a desinformação e propagação de conteúdo danoso na plataforma? Acreditamos que não.

PUBLICIDADE VIRTUAL

Oculus não seria um simples produto do Facebook se não tivesse um jeito de Mark Zuckerberg enfiar anúncios na realidade virtual.

TE CUIDA YOUTUBE

A VidCon, conferência anual dos produtores de conteúdo em vídeo, tem um novo patrocinador master – o TikTok, que levará seus produtores de conteúdos e executivos. Até então a conferência costumava ser dominada por youtubers (no patrocínio e entre os criadores).

DECISÕES

O Facebook se antecipou ao (vindouro) mundo de deep fakes e diz que sua tecnologia consegue detectar vídeos falsos e saber sua origem. Intrigante e assustador ao mesmo tempo.

PROCESSINHO DA SEMANA

Brasileirinhas (sim, aquela produtora de filme de namoro) versus Instagram. É a necessidade da conta verificada levada ao judiciário. (Nos seguramos para não escrever “verifica o $%*#$%”)

FORA DO AR

O Facebook derrubou os apps da MLabs, empresa que ajuda milhares de negócios no Brasil a gerir redes sociais. O acesso já voltou (com restrições) e levanta questões sobre governança.

DESENHO DESANIMADO

A cada seis meses aparece um app que usa sua foto para alguma coisa divertida que você vai postar na rede social, mas alguém descobre que o aplicativo tem problemas de privacidade. A bola da vez é o ToonMe, que te deixa com cara de personagem da Pixar.

PEIXE

Luca, novo filme da Pixar,  é visto por alguns analistas como um filme de temática (beeeeem sutil) LGBTQIA+. O filme estreia hoje (18) na Disney+.

TODO MUNDO TEM UM CLUBHOUSE

Agora é o Spotify, lançando seu Greenroom. Alguém usa qualquer um desses? Samir usou por 20 minutos e ficou fascinado com a aglomeração de gente burra nas salas de política pelas quais passou.

ESCREVE E OUVE

A Scriv, plataforma de publicação brasileira que busca conectar autores independentes com seu público, lançou o podcast Fala Que Eu Scriv, com episódios quinzenais e convidados para conversar sobre o universo literário. O primeiro foi sobre bloqueio criativo e a leitura na pandemia.

PROTEGEU?

Zip Zop é coisa do passado, a onda agora é espalhar notícias falsas e mobilizar a galera pelo Telegram. Nada de novo na internet, que costuma ser terra de ninguém. Costumava, pois já tivemos a primeira ação de busca e apreensão com base na LGPD.

Queremos ver mesmo é como os dados dos passageiros serão protegidos com a brilhante adoção do reconhecimento facial em aeroportos no meio de uma pandemia.

PINGUIM

Linus Torvalds, pai do Linux, reagiu de forma elegante e sincera a uma mensagem contra vacinas.

GAMES

NINTENDO ANIMOU

O anúncio de Metroid Dread e um teaser de Breath of the Wild 2 foram parte da apresentação que fez que a presença da Nintendo na E3 fosse aplaudida e vista como um sopro de ânimo para os fãs da marca. E o Switch segue sendo a garantia de que a companhia terá bons anos após a pandemia.

ATARI

Três anos após o seu anúncio inicial, o Atari VCS já pode ser comprado. Interessante para entusiastas, irrelevante para a vasta maioria das pessoas.

NÚMEROS ENORMES

Razer Blade 14 é o nome da fera, aquele que a marca diz ser o notebook gamer mais poderoso (até o momento). É engraçado ver que quase todos os previews e análises parecem uma grande leitura interpretativa de releases.

IMPÉRIO (VIRTUAL) DO MEDO

Roblox é um fenômeno, mas um outro fenômeno é a criação de mundos fascistas ali dentro.

LEITURAS LONGAS

PROFESSORA

Na Elastica, um papo com a drag Dimitra Vulcana, que fala de política em todas as redes que conseguir ocupar.

REGIONAL

Na Forbes mexicana, uma conversa com Reed Hastings, CEO da Netflix, e seus planos para a América Latina. E na Rest of World, como netbooks ajudaram a incentivar a cena musical na Argentina.

RECICLOU

A Metrópoles usou rastreadores (não foram os AirTags, ainda bem) para seguir o caminho do lixo reciclável em Brasília.

GRANDES DEFINIÇÕES

SheIn é o TikTok do comércio eletrônico (diz a Not Boring).

GERENCIAMENTO DE CRISE

Na Bloomberg (paywall), uma análise do que o AirBnb faz para prevenir desastres em hospedagens e evitar crises com a imprensa. Em resumo, gastando milhões de dólares.

TECHBIZ

BLACK MIRROR É FICHINHA

Distopia corporativa: nos escritórios da Canon na China, as portas das salas de reunião têm câmeras na porta que usam inteligência artificial para verificar se o funcionário está sorrindo. Se não sorrir, não entra. Garantia de felicidade, não?

DINHEIROS

Seguimos impressionados com o número de aportes financeiros a startups/fintechs no Brasil: nesta semana foram US$ 430 milhões para o EBANX (que quer IPO), R$ 300 milhões para a Memed, de receitas médicas digitais e R$ 180 milhões para a LivUp, de alimentação. No ano, só no Brasil já foram aportados US$ 3,9 bilhões de dinheiro de venture capital em startups – mais que 2020 inteiro.

RAPIDINHO

AliExpress reduziu o tempo de entrega de produtos selecionados vindos da China para o Brasil: 7 dias, graças ao aumento de voos entre os dois países e ajustes no controle de alfândega e distribuição local. A conferir o que os concorrentes vão fazer.

INTERFACES circula por e-mail toda sexta-feira de manhã. 

Para assinar, clique aqui.