Magalu + Kabum | TV enrolável | Tamagotchi
Início » NEWSLETTER » Magalu + Kabum | TV enrolável | Tamagotchi

Magalu + Kabum | TV enrolável | Tamagotchi

RESUMO

Edição enviada em 16 de julho de 2021 aos assinantes da INTERFACES NEWSLETTER. Assine e receba toda sexta de manhã.

Mais uma semana com aquisição milionária no comércio eletrônico brasileiro. Quer dizer, bilionária, com o Kabum! se integrando ao mundo do Magazine Luiza. Mas teve também dobráveis vazando, iPad vazando e muita coisa envolvendo… o Facebook. Indique Interfaces para os amigos, boa leitura e até semana que vem – Henrique e Samir.

PS: obrigado aos 6.000 amigos que nos acompanham aqui toda semana!

ELETRÔNICOS DE CONSUMO

OPERAÇÃO #VAZAGALAXY EDIÇÃO 2021

Se as previsões de @evleaks estiverem corretas, em 11 de agosto veremos os novos smartphones dobráveis Galaxy Z Fold 3 e Z Flip 3, o não-dobrável S21 FE e o smartwatch Galaxy Watch 4 Classic serem apresentados em mais um evento Unpacked. A Samsung, claro, não comenta o tema, mas pelo menos os dois dobráveis já passaram pela Anatel.

E os vazamentos não acabam: os fones Galaxy Buds 2 também estão na lista para agosto. Tudo indica que teremos um mês movimentado.

Em temas relacionados, a Xiaomi passou a Apple e chegou aos calcanhares da Samsung no mercado global de smartphones.

Já é tradicional o vazamento seletivo de imagens para aquecer a mídia para lançamentos (@evleaks/Reprodução)

INVASÃO SILENCIOSA

Nós não prestamos atenção, vocês não prestaram atenção, mas os Chromebooks estão tomando conta do mundo aos poucos. A estimativa para 2021 é que metade dos notebooks vendidos pela Samsung sejam Chromebooks em todo o mundo. Tudo bem, não é a maior vendedora de notebooks do planeta, mas é um número interessante de acompanhar.

Enquanto isso, no Brasil, a marca apresenta no dia 20 sua estratégia de portáteis da linha Galaxy Book Pro, anunciada em abril no exterior.

REFORMA

Vazamentos indicam que um novo design para o iPad mini também é iminente, segundo a Bloomberg.

POWERBANK SEM FIO

Sem muito alarde, a Apple lançou uma bateria MagSafe oficial, que carrega o iPhone sem usar fios (preço sugerido no Brasil: R$ 1.199). Só não entendemos a lógica do produto – sem capacidade divulgada, com uma eficiência energética bastante questionável – é algo prático (ei. tem um ímã atrás do iPhone 12), porém que esquenta e perde muita energia quando não se usa cabo. Mas que fica bonitinho atrás do smartphone fica.

Bateria MagSafe da Apple tem concorrentes melhores e mais baratos (Apple/Divulgação)

ENROLA

A TV que se desenrola de uma base mostrada pela LG começou a ser vendida nos Estados Unidos, depois de um lançamento restrito ao mercado coreano, com o preço sugerido de US$ 100 mil. Sim, 100 mil dólares em uma TV OLED 4K que se esconde na base.

Em tema não relacionado, uma fábrica de TVs da LG em Durban, na África do Sul, foi vilipendiada durante os protestos que ocorreram no país.

LÁ VEM

A Honor, agora independente da Huawei, marcou o primeiro evento global de lançamento de produtos. Será em 12 de agosto e esperamos ver o topo de linha Honor 50 na apresentação – que ocorre um dia depois do (possível) Samsung Unpacked.

PREVISÃO: FUNDÃO DA 5A SÉRIE C

Ainda bem que usamos o sistema métrico e não precisamos passar por isso: o app oficial de previsão de tempo no iOS não mostra a temperatura 69 graus em Fahrenheit. Se estiver 69 graus, aparece que está 70. Ou 68. Mas nunca 69.

HORA DO XENOMORFO. OU DO MARIO

Estamos em dúvida entre a reedição da Casio para o relógio usado por Sigourney Weaver em Alien (aqui o review do original)e o smartwatch da Tag Heuer (ainda com Wear OS antigo) com tema do Super Mario.

Ripley, se esconda do Alien! Mas deixa o relógio para a gente (Casio/Divulgação)

CICLO DA VIDA

O WSJ (paywall) diz que a Intel negocia a compra da Global Foundries por US$ 30 bilhões. O interessante aqui é ver como o mundo dá voltas – a Global Foundries já foi parte da AMD (que, em uma crise passada, dividiu a empresa e vendeu suas fábricas de semicondutores nos EUA, base para a Global Foundries) e, se aprovada a aquisição, terá um enorme impacto no mercado global de chips.

Imaginamos que o governo Biden irá apoiar a transação, já que concentra em mãos americanas a fabricação de semicondutores. Para a Intel, também amplia sua capacidade de produzir chips para terceiros, levando mais concorrência para a TSMC e demais fabricantes na Ásia.

INTEL OUTSIDE

Tá bom, a crise de semicondutores afeta todo mundo, mas não precisa chegar ao ponto de contrabandear 256 processadores Intel colados ao corpo, no melhor estilo dos traficantes que aparecem em Aeroporto: São Paulo (e variantes).

VAI PRA NUVEM

A AMD Brasil diz que sua prioridade no país é fornecer equipamentos para computação em nuvem. Mas vale ler sobre as chances do país em ter uma sonhada fábrica de chips.

REVIEW DA SEMANA

O Tamagotchi versão 2021, na InputMag.

ACHADOS AMAZON DA SEMANA

CULTURA DIGITAL

VIGIAR E PUNIR

Quem diria que usar tecnologia simples como câmeras portáteis iria reduzir a letalidade policial em São Paulo?

FEIJÃO, DUENDE, NINHO COM OVOS

Vem aí a nova leva de emojis a serem lançados em 2022. Ainda é o rascunho da proposta, mas a maioria deles deve aparecer nos smartphones em breve. Ah, sim, amanhã (17) é o dia mundial do emoji.

CHEF ARTIFICIAL

Roadrunner, documentário sobre a vida de Anthony Bourdain (que nos ensinou que nunca se deve comer bife bem passado nunca, em nenhum restaurante, ou peixe na segunda-feira, porque é a sobra do fim de semana), levanta uma polêmica tecnológica: o diretor usou recursos de inteligência artificial para recriar a voz de Bourdain em três frases, imperceptíveis para quem assiste.

O QUE O TWITTER FEZ ERRADO ESTA SEMANA

Deu conta verificada para seis bots com contas criadas há menos de um mês. Algumas delas – parte de uma rede não-identificada – tuitaram algum tipo de spam em coreano. Pelo menos o Twitter já removeu as contas da rede.

O QUE O TWITTER FEZ CERTO ESTA SEMANA

Avisou que vai desativar os Fleets, recurso clone dos Stories do Instagram, por pouco uso. Vai acabar a festa da turma que manda nudes na madrugada. A rede promete outras novidades (apostamos em uma turbinada nos Spaces e nos serviços de newsletter e monetização, agora que tudo tem que dar dinheiro e render um troco).

SIGA O DINHEIRO

Na semana que o TikTok bateu 3 bilhões (com b) de downloads em todo o mundo, o Facebook abriu a carteira para os criadores e vai “investir” (leia-se jogar dinheiro para atrair gente) US$ 1 bilhão na comunidade até o final de 2022(a ver como o dinheiro será efetivamente distribuído. Disputa árdua, já que o TikTok, o YouTube e o Snap fazem isso há mais tempo. Bom tempo para ser (ou tentar ser) um criador.

GUERRA SILENCIOSA

O CrowdTangle, ferramenta de análise de dados do Facebook, está em uma disputa de poder: os dados gerados ali, na maioria das vezes usados por jornalistas e cientistas de dados, levam a informações relevantes (como análise de tendências no Facebook e desempenho de posts populares) – e isso vem incomodando o dono da plataforma. Tudo é uma questão de perspectiva: o CrowdTangle expõe extremistas no Facebook ou ajuda a passar a impressão de que o Facebook tem muitos extremistas?

Ainda na questão da transparência, vale ler sobre as disputas de privacidade (e sobre rastreamento) que ocorrem dentro do W3C, entidade que rege a internet mundial. De um lado, empresas pró-privacidade (Apple, Google, Brave, Mozilla, Microsoft), do outro outras nem tanto (Facebook e muita agência por aí).

ABRIU PRECEDENTE

O Facebook foi condenado a pagar indenização a uma vítima de golpe no WhatsApp, por demorar a bloquear a conta. A operadora TIM foi inocentada no mesmo processo.

EM BETA

O WhatsApp para uso em múltiplos dispositivos já está em fase de testes – serão até quatro aparelhos, com criptografia ponta a ponta.

BILHETERIA

Viúva Negra estreou semana passada e já fez mais de US$ 218 milhões em bilheteria global. Nos EUA, foram US$ 80 milhões nos cinemas e US$ 60 milhões no Premier Access do Disney+ (por R$ 70). Vale a pena estrear no streaming e cinema ao mesmo tempo, pelo menos se for um filme da Marvel.

GIRO DOS BR-INFLUENCIADORES

  • Lembra do Gato Louco? Pois é, o participante do Se Vira nos 30 do Faustão em 2012 complementa a renda com a fama do meme.
  • O youtuber Razuk fez uma rifa ilegal de Mustang e não entregou o carro, que foi vendido a um terceiro antes do sorteio. Isso que é levar sorteio a outro nível.
  • Júlio Cocielo não terá de pagar R$ 7,5 milhões de indenização por tuítes considerados racistas pelo Ministério Público de São Paulo.
  • O personagem da semana é o pintor que foi ao rodízio de massa em São Paulo e,por comer 15 pratos, foi convidado a se retirar. Fez um vídeo “expondo” o absurdo que viralizou (e pelo menos 15 veículos de comunicação noticiaram a coisa).

CRYPTOALETE

Cientistas coreanos inventaram um modo de transformar excremento humano em energia e também em uma moeda digital. É sério.

DICA DA SEMANA

Toda vez que buscar algo que ficou com vergonha no Google, dá para apagar o histórico dos últimos 15 minutos.

GAMES

GAMEBOY É COISA DO PASSADO

Finalmente a Valve anunciou seu console portátil para rodar jogos de PC (podemos dizer num chutão reducionista que é o Switch com Steam). As configurações do Steam Deck se assemelham às de um PS4 Pro em um dispositivo pequeno. São três versões com preços que começam em US$ 350 e vão a mais de US$ 500, com variações de armazenamento interno e tecnologia de tela. O aparelho só começa a ser vendido em dezembro (e nos EUA). É promissor, mas vamos lembrar que é uma primeira iteração e tudo ainda é incerto. Desejamos sucesso e preços mais baixos, esperamos uma evolução grande do mercado de portáteis, inclusive com acessórios.

Bonito é exagero, mas podemos dizer que é poderoso e promete muito para o futuro da Steam (Valve/Divulgação)

DUPLO DECK

A Elgato lançou o Stream Deck no mesmo dia que a Valve anunciou o Steam Deck, o pessoal do Verge explica que são dispositivos diferentes por mais de uma letra.

GAMEFLIX

A iniciativa de games da Netflix começa a tomar forma, com uma grande sinalização ao mercado: a contratação de um executivo que trabalhava na EA. Jogar direto na TV provavelmente vai ser diferente do Hugo.

DE VOLTA PARA O FUTURO

Estreia no dia 19 o podcast Primeiro Contato, uma produção do Overloadr e do B9, que vai narrar em 12 episódios a chegada dos games e dos computadores no mercado brasileiro. Já ouvimos o primeiro episódio, sobre a pré-história do computador no Brasil e está cheio de detalhes sobre a reserva de mercado e o mundo dos clones. Excelente saberque o Brasil tem espaço para podcasts documentais cada vez mais elaborados e profissionais, principalmente falando de temas que adoramos – e vivemos.

PARA O ALTO E AVANTE

Relatório da PwC indica que o mercado de games cresceu 10% em 2020 (alô pandemia) e vai crescer mais de 4% até 2025.

PEDRADA

A Amazon Games paga bem, mas cobra bastante de seus desenvolvedores que quiserem criar jogos em projetos pessoais, fora do horário de trabalho. É lindo ver que a empresa só permite que você trabalhe com outros empregados da Amazon em seus projetos pessoais.

Cobram tanto que é capaz de preferirem trabalhar na Stone, que viralizou após um de seus empregados expor o tom agressivo da mensagem de seu chefe.

LEITURAS LONGAS

FEIRÃO

No Núcleo, o mercado de vendas de perfis com muitos seguidores no Instagram.

LEITURA SOBRE LEITURA

Na Misshelved, uma discussão sobre o impacto (destrutivo) do Twitter no mercado da literatura juvenil.

3D

Na Protocol, um perfil da Autodesk, gigante do software e da computação em nuvem que pouca gente lembra hoje em dia.

NO PAQUISTÃO

As leis contra pornô de vingança são fortes, mas não muito efetivas, conta a Rest Of World.

TECHBIZ

OPEN, MAS LATER

O Banco Central adiou o início da próxima fase de implantação do open banking no país para 13 de agosto. O open banking é um protocolo de troca de dados dos clientes entre bancos. No futuro você poderá transitar entre instituições bancárias sem grandes traumas ou processos demorados.

Simplificando muito: é como ter a portabilidade de todos os seus dados e todas as ações de movimentação financeira. Na prática, promete mudar toda a dinâmica de financas, afetando inclusive e-commerce no país.

A REDE É O COMPUTADOR

Se games e o próprio Office já eram serviços de computação em nuvem para a Microsoft, por que não o Windows? A companhia anunciou o Windows 365, que vai rodar em qualquer dispositivo – PCs, Macs, iPhones – com um browser. O slogan da antiga Sun Microsystems faz cada vez mais sentido. O sistema sob demanda da Microsoft começa a ser oferecido por assinatura em agosto apenas para o mercado corporativo.

NÚMEROS ENORMES

Vão para o aporte de R$ 180 milhões recebidos pela LivUp, uma food tech de refeições saudáveis. Todo conhecido nosso que usa diz que as comidas prontas são muito boas (não testamos ainda).

MAGABUM OU KABALUM?

Com 21 compras em menos de um ano e meio, o Magazine Luiza é o novo dono do Kabum! (com !), talvez a principal loja de hardware e acessórios de tecnologia no Brasil.

A transação envolve R$ 1 bilhão em dinheiro e milhões de ações até 2024 e, claro, já prevê a famosa sinergia com os veículos de tecnologia e cultura pop da casa (Canal Tech e Jovem Nerd). A compra da Netshoes em 2019, em comparação, parece troco de padaria: na época, o Magalu pagou algo em torno de US$ 115 milhões (com o dólar a R$ 3,83) – mas o Netshoes era uma empresa com problemas de caixa, algo que o Kabum! não tem (R$ 3,4 bi de receita e R$ 312 milhões de lucro em 2020).

Caminhamos para um oligopólio bem definido do varejo no Brasil. Amazon, Magalu, B2W (tem espaço para mais um grande?). Semelhante ao que ocorre com mídia: poucos grandes grupos controlando o mercado (e com poder para manipular, alterar políticas públicas e olhar para o melhor interesse do… acionista).

INTERFACES circula por e-mail toda sexta-feira de manhã. 

Para assinar, clique aqui.

Este post contém links de associados para a Amazon Brasil. 
Caso você compre algo, Interfaces pode receber uma comissão.