Netbooks voltaram? | + metaverso | Neymar caiu (na Steam)
Início » NEWSLETTER » Netbooks voltaram? | + metaverso | Neymar caiu (na Steam)

Netbooks voltaram? | + metaverso | Neymar caiu (na Steam)

RESUMO

Edição enviada em 12 de novembro de 2021 aos assinantes da INTERFACES NEWSLETTER. Assine e receba toda sexta de manhã.

Filosofia matinal: se estamos no meio de novembro e meio que tudo voltou ao normal (mas a pandemia não acabou), isso significa que o ano de 2021 tem menos de 30 dias úteis antes de parar tudo para as festas de Natal e Ano Novo. Enquanto isso, desejamos a volta dos netbooks, reclamamos do metaverso e do Facebook e tiramos uma do Neymar sendo chutado pela Steam. Boa leitura e até semana que vem!

ELETRÔNICOS DE CONSUMO

A VOLTA DOS NETBOOKS?
Estamos fascinados com o Surface Laptop SE da Microsoft: é um notebook de US$ 250 que pretende concorrer com os Chromebooks do Google. Pelo preço e por rodar uma versão mais light do Windows (11 SE) é a Microsoft reacendendo o desejo por notebooks pequenos, conectados e portáteis como tivemos na era da saudosa febre dos netbooks (2008-2010), iniciada pelo Asus eeePC com Linux (!).

O que vem depois do ultrabook? Demos a volta e chegamos ao netbook de novo (Microsoft/Divulgação)

TEMPORADA DE #VAZAGALAXY
Passou o hype do iPhone 13 (produto lançado e à venda), agora começam as especulações sobre a concorrência: o Samsung Galaxy S22 – a versão Ultra já até posou para fotos. Reza a lenda que o processador Exynos com gráficos AMD (uma novela que vem sendo contada faz um tempo) estará no modelo à venda no Brasil. A conferir em 2022.

Vazou também o que pode vir a ser o Moto Edge 30 (ou Edge X), topo de linha com provável processador Qualcomm Snapdragon 898 e uma volta a valer da Motorola ao mundo premium de verdade (a linha Edge 20, lançado este ano, é um topo de linha com algumas concessões para ter um bom preço).

PROBLEMA DE PRIMEIRO MUNDO
É parar para reclamar que o sensor de impressões digitais do smartphone Pixel 6 é lento. O Google diz que é por causa do algoritmo de segurança, mas nossa impressão é que esse povo nunca usou algo não-smartphone com desbloqueio por impressão (como fechaduras digitais).

Falando em Pixel 6 Pro, um ótimo comparativo fotográfico com o iPhone 13 Pro.

VERDE MESMO
Essa análise do Android Central sobre o Fairphone 4 mostra que dá para criar um smartphone com iniciativas sustentáveis para valer – incluindo 5 anos de garantia e facilidade de reparar por conta própria. Pena que só está à venda na Europa.

Justo, justíssimo – o Fairphone é uma alternativa plausível para os próximos anos (Fairphone/Divulgação)

PRINCESINHA DO PAPAI
Annabel Yao é a filha mais nova de Ren Zhengfei, fundador da Huawei. Ela acabou de se formar em Harvard e a família resolveu registrar o nome dela, que quer se aventurar no mundo do entretenimento. Tudo, claro, para prevenir o uso indevido do nome da moça.

EU, ROBÔ
Nem só Meta quer metaverso: a NVidia anunciou o projeto Omniverse Avatar, uma plataforma para criar “avatares interativos de inteligência artificial”. Ah sim, os bonequinhos são para serem usados no metaverso Ominverse, que já tem 70 mil usuários testando a versão beta.

Meta-CEO: Jensen Huang, big boss da NVidia, ficou muito fofinho na versão avatarzinho. (NVidia/Divulgação)

CULTURA DIGITAL

AZUL DO CÉU
O Twitter lançou o serviço de assinaturas Blue, apenas nos Estados Unidos e Nova Zelândia. Quem topar pagar a mensalidade de US$ 3 terá alguns super poderes (como desfazer o envio de Tweets) e acesso a um monte de sites jornalísticos restritos por assinatura.

PARA O BEM GERAL
De quem vê vídeos no YouTube, agora o número de “dislikes” (o famoso “não gostei disso”) será escondido pela plataforma e só os criadores podem ver. Tudo para acabar com assédio e ataques coordenados de bots que querem aumentar engajamento de vídeos. Mas, além da boa vontade, a medida segue sendo apenas cosmética quando problemas de verdade permeiam a plataforma e não é varrendo a sujeira para debaixo do tapete que ela desaparece.

META UM NEGÓCIO AQUI

  • Marcelo Lacerda, criador do Terra (se você lembra disso, tá na hora da dose de reforço da vacina), também criou uma empresa de metaverso… em 2013. Computação espacial parece uma boa definição para a coisa.
  • Weta Digital, responsável pelos efeitos especiais de “O Senhor dos Anéis”, foi comprada pela Unity, de games. Foco da aquisição? Metaverso.
  • Facebook quer abrir lojas para mostrar o metaverso para as pessoas.
  • Frances Haugen, a responsável pelos vazamentos do Facebook, diz ter medo do metaverso.
  • Professor Scott Galloway também acha isso tudo muito suspeito – e que Mark Zuckerberg não é a pessoa certa para fazer um metaverso.
  • Se o mundo tivesse um pouco mais de boa vontade com Mark Zuckerberg (não temos, com inúmeras razões para isso) poderíamos adivinhar a palavra do ano.

FALANDO NO DIABO
O Facebook segue nos holofotes, agora no Brasil – de fake news por aqui a denúncias e mais denúncias dos Facebook Papers envolvendo violência e dinheiro. Passou da hora de questionar: ainda vale ter uma conta por lá?

DESPENCOU
A audiência da TV aberta na casa do brasileiro – que está indo cada vez mais para o mundo do streaming.

QUE FASE
Demi Lovato virou influenciadora de site de teorias da conspiração.

ALGORITMO FAZENDO ERRADO
A ideia de computadores aprendendo padrões sobre doenças de pele para ajudar em diagnósticos é sensacional – até uma nova pesquisa dizer que faltam muitas referências de tons de pele distintos para serem estudados. É o famoso “só funciona para branco”.

UMA BOA MUDANÇA
O Verge anunciou uma alteração na sua política de lidar com fontes oficiais do mercado de tecnologia – quer falar algo, assuma em público, mas não tente manipular passando bastidor para depois desmentir.

GAMES


TEASER
Conforme falamos na semana passada, a Netflix também meteu uns jogos no iOS e iPadOS. Cinco jogos, no experimento que deve logo se expandir.

CAIU
A Steam não é zagueiro, mas derrubou Neymar.

SALVE-SE QUEM PUDER
Inclusive o pessoal do PUBG, que recebeu notas mornas e críticas em seu novo lançamento para smartphones.

LEITURAS LONGAS

QUENTINHO
Que tal um guia de compras de mantinhas para o sofá? (Pena que nos EUA)

REDE INTERNACIONAL DE APOIO
Matilda estava doente e com suspeita de PIF, uma doença malvada que mata gatinhos muito rápido. Mas, como conta o Tecnoblog, existe remédio, ele custa bem caro – e tem toda uma união de gateiros globais para financiar o tratamento de felinos. Ah sim, Matilda não tem PIF e passa bem.

O SOM DE DUNA
Não vimos Duna ainda (esperando chegar no HBO Max, já que coragem de ir ao cinema ainda não temos). Mas tem uma ótima entrevista sobre os sons do filme no Engadget.

SERÁ QUE SERVIU?
No Morning Brew, um guia para entender os provadores de roupas virtuais que não cita (e nem precisa) a palavra metaverso.

PAPO
O Verge entrevistou o CEO da Anker, uma das nossas marcas favoritas de acessórios tecnológicos.

INBOX
Dave Pell, veterano da curadoria de conteúdo por email, é um eterno otimista sobre o futuro das newsletters, em texto da Atlantic. Amém, Dave, amém.

TECHBIZ


NÚMEROS ENORMES
Treinar 10 milhões de profissionais de dados: é a meta/promessa da Tableau para os próximos anos. A empresa de análise de dados fez uma pesquisa global e chegou à conclusão de que 79% dos executivos brasileiros passaram a achar o uso de dados dentro da empresa mais crítico depois da pandemia de Covid-19. É um número maior que a média global (55%).

CEOS SEM NOÇÃO

VOA CANARINHO
O fundo de investimentos Canary anunciou seu terceiro fundo para investir em startups no Brasil. Ah sim, você brasileirinho com dinheiro sobrando no banco, já pensou em colocar grana em uma startup e não sabe como? O Startups responde com um ótimo guia.

INTERFACES circula por e-mail toda sexta-feira de manhã. 

Para assinar, clique aqui.