Fenômeno BBB21 | Coinmaster | Bezos, tchau
Início » NEWSLETTER » Fenômeno BBB21 | Coinmaster | Bezos, tchau

Fenômeno BBB21 | Coinmaster | Bezos, tchau

RESUMO

Edição enviada em 05 de fevereiro de 2021 aos assinantes da INTERFACES NEWSLETTER.

Oi, bom dia!

Se janeiro foi intenso, fevereiro parece que começou mais leve. Na edição de hoje temos as fotos da Lua como novo objeto de questionamento, agora com a Samsung, um não-smartwatch suíço e o BBB explodindo de audiência em várias redes. Mas não esquecemos da saída de Jeff Bezos da Amazon e do Nubank com Google Pay. Boa leitura e até semana que vem – Henrique e Samir. 

Dois avisos adicionais:

1) relatório Techtubers 2020 está quase pronto, com a nossa análise em parceria com a Novelo sobre os Youtubers de tecnologia brasileiros. Lançamento em breve, agora com análise de desempenho de marcas e produtos entre os influenciadores. 

2) estamos realizando experimentos de dar mais notícias/análise em tempo real no nosso Twitter. Siga a gente!

ATÉ TU, SAMSUNG?

Os novos Galaxy S21 (que chegam ao Brasil semana que vem) fotografam a lua, algo que vimos pela primeira vez no Huawei P30 Pro, lançado dois anos atrás. E, como ocorreu com a concorrente, a Samsung está sendo acusada de falsificar as imagens do nosso satélite – mas é puro uso de aprendizado de máquina para aprimorar as fotos.

Ao Engadget, o chefão de câmeras da Samsung diz que podemos ter, em um futuro próximo, smartphones com uma única câmera, movida a inteligência artificial.

PARA MUITOS

A Nike lançou um par de tênis que foi feito para ser colocado encaixando os pés – ótima ideia de coisa nova, pensada de forma universal.

Prático, e tem versão com cores mais sóbrias (Nike/Divulgação)

PARA POUCOS

Mais um rumor de um capacete de realidade aumentada da Apple, com potencial preço de US$ 3.000. Melhor nem pensar quanto isso sairia no Brasil.

LONGO PRAZO

10 semanas usando Macs com chip M1 se encaixa na categoria “reviews que gostaríamos de ver em português, mas não vai rolar”.

IPODIFY

Como transformar seu iPod Classic em um player de música conectado ao Spotify. Requer um Raspberry Pi e algum conhecimento em eletrônica básica.

PREVISÃO

Seguimos falando: a Honor vai tentar se encaixar no lugar da Huawei no mercado de smartphones. Basta dar um tempo para eles se organizarem direito.

DESARRANJO

Falando em Huawei, o Harmony OS, substituto do Android desenvolvido pela companhia, não parece ser muito diferente do original.

IRONIA

Swiss Alp Watch é o relógio suíço mais inusitado do ano. Tem um design inspirado no Apple Watch (mas não é inteligente) e seu mostrador usa a incrível (e exclusiva) cor Vantablack (o preto com menor absorção de luz do mundo). Preço sob consulta.

Parece mas não é – o relógio com o preto mais preto só mostra as horas (Swiss Alp Watch/Divulgação)

SEGUE A NOVELA

O vai-não-vai do 5G brasileiro segue agora com a exigência do governo brasileiro de criar uma rede privativa para uso próprio, com maior segurança. Mas o leilão corre o risco de ser improdutivo.

Enquanto isso, nos EUA as operadoras já começaram a desligar as redes 3G – o que vai causar problemas para pessoas que usam apenas o celular como telefone básico.

ACHADOS AMAZON DA SEMANA

CULTURA DIGITAL

STONKS

O caso GameStop/Reddit/Wall Street terminou rápido como começou – ontem (4) as ações estavam na faixa dos US$ 50.

Como o mundo está doido, já tem projeto de filme da MGM sobre o ocorrido (!). A Melvin Capital perdeu bilhões, mas um fundo de investimentos lucrou US$ 700 milhões – provando que numa revolução online, a velha guarda sempre ganha alguma coisa.

AUDIOVISUAL

Twitter? Geneva? Que nada. A rede social que se revelou como uma das melhores fontes de informação sobre Big Brother Brasil 2021 é o Telegram mesmo. Mas o Twitter teve um pico de 35 milhões de menções sobre o programa. No ano passado a primeira semana gerou 4 milhões.

EFEITO SOCIAL

O golpe de estado em Myanmar esta semana teve um pavio fácil de identificar: desinformação rolando solta nas de redes sociais (Oi Facebook!) e corte de internet no dia do golpe.

E o acaso da professora de ginástica fazendo uma live ao mesmo tempo que os carros militares passavam ao fundo foi o debate nas redes na semana.

O QUE O TWITTER FEZ ERRADO

Bloqueou, a pedido do governo indiano, contas de personalidades críticas aos políticos locais. Em tempos de banir disseminador de informação falsa, soa perigoso o alerta de ver essas pequenas ações localizadas fora dos EUA.

COISAS DO TIKTOK

Agora presente em TVs que rodam Android, o TikTok promete aumentar os alertas contra compartilhamento de conteúdo suspeito.

E a Rolling Stone fez um perfil de Lubalin, o intérprete do drama moderno sobre os comentários de redes sociais (ele foi de um vídeo viral a fazer colaboração com Jimmy Fallon após três vídeos).

@lubalin

eternal thsnks to @jimmyfallon, Alison Brie and the amazing people at @fallontonight for making this dream come true 😭 #bluecheese #humor #musician

♬ original sound – Lubalin

O QUE YOUTUBERS ESTÃO FAZENDO DE ERRADO

Pegando vídeos de um “desafio da silhueta” no TikTok (corpos seminus na contraluz) e ensinando como expor tudo com ajustes na edição. Que feio (e mais feio o YouTube lucrar com isso).

QUEREMOS VER

  • Os Eleitos na Disney+ (estreia hoje)
  • Servant (2a temporada) na Apple TV+
  • Vidrados (2a temporada) na Netflix
Histórias que conhecemos e não nos cansamos de assistir (Disney/Divulgação)

JÁ VI ISSO NO BOJACK HORSEMAN

GUERRA FRIA

Apple e Facebook seguem na sua disputa por privacidade: a primeira quer alertas de rastreamento, a outra quer colocar um aviso antes do alerta. Há quem diga que com isso, Tim Cook pode ter “acabado com o Facebook” (ouvi um amém?), ou uma catástrofe social (já é, certo?).

Bônus: Google já disse que vai mexer na privacidade do Android também, para evitar rastreamento.

MANIA

O app Kahoot, para educação, já tem 350 mil usuários no Brasil e quer se expandir por aqui.

DEMITIDO

John Matze, CEO da rede de radicais Parler, recebeu o bilhete azul. Bem, ter que mudar a infra-estrutura da plataforma em poucos dias porque a AWS te expulsou é um bom motivo para demitir um executivo-chefe.

TENDÊNCIA

ClubHouse, a rede social de áudio por convite, começa a expandir seus domínios com ajuda de famosos. Esta semana foi a vez de Elon Musk fazer seu não-podcast por lá.

DUAS COISAS IMPROVÁVEIS

PRECISAMOS FALAR SOBRE O VAZAMENTO

Seus, meus, nossos dados vazaram. Até os dados do presidente da república vazaram. Pelo jeito, a fonte não é o Serasa.

E a gente está olhando demais para o site que mostra se seus dados vazaram em vez de questionar o vazamento em si e cobrar providências dos responsáveis.

Levar a energia para o lado certo, sabe?

GAMES

O GATO SUBIU NO TELHADO

O Stadia não é mais o mesmo… principalmente agora que a Google fechou os estúdios que desenvolviam jogos. E indica “foco no futuro como plataforma”.

MULHERÃO

Descobriram a altura da Tall Lady que aparece no próximo Resident Evil: Village – quase 3 metros (!)

J-LO ATACOU SUA VILA

Saiba o que é o Coin Master, jogo que tem pago celebridades como as Kardashian, Jennifer Lopez e Terry Crews para suas propagandas.

LEGO NUNCA É DEMAIS

A empresa dinamarquesa segue olhando com carinho para os gamers e vai lançar um set de Sonic. Há um papo de que o próximo alvo é Zelda.

AMERICANOS NÃO SABEM JOGAR

E times dos EUA estão procurando profissionais de e-sports para importar.

LEITURAS LONGAS

DÉFICIT DE ATENÇÃO

No New York Times, análise sobre jornalistas que usam o Twitter como um novo meio de comunicação. E uma entrevista com um visionário que disse anos atrás que a internet nos deixaria sem foco e sem atenção. Acertou em cheio.

NEWSLIVRO

Steve Sinofsky, antigo chefão de Windows na Microsoft, resolveu publicar suas memórias em uma newsletter. Vai ser um livro com capítulos por email toda semana.

NUNCA LEIA COMENTÁRIOS

O Manual do Usuário traz um relato longo sobre a caixa de comentários do Gizmodo Brasil e o comportamento questionável de muita gente que frequentava o local.

TECHBIZ

BEZOS A TODOS

Jeff Bezos, o homem que nos deu a Amazon, o Henry Ford da nossa geração digital, vai deixar o cargo de CEO – todo mundo sabe que ele quer ir para o espaço com a Blue Origin. Mandou uma carta para todos os funcionários (aqui em português com comentários) e será substituído por Andy Jessy, atual CEO da AWS (e fica a pergunta: quem assume a AWS?).

A Wired desenterrou uma entrevista antiga e ele acertou um monte de previsões sobre como a Amazon seria em 2020.

DESEJO PROIBIDO

O Nubank segue ignorando usuários que pedem pelo Apple Pay (sem saber que as negociações envolvem não apenas a vontade do banco e da empresa, mas dinheiro e lidar com a Apple, o que não deve ser fácil) ao anunciar que está testando pagamento via smartphone com o Google Pay.

MAIS UMA FINTECH

A Stripe, empresa de infraestrutura de pagamentos para a internet, começou a operar no Brasil. A Startups descobriu e abriu o paywall para os leitores da Interfaces.

AMIGOS

Ainda nas fintechs, a Transferwise anunciou uma parceria com a Visa para cartões de débito.

INTERFACES circula por e-mail toda sexta-feira de manhã. 

Para assinar, clique aqui.