Twitter pago | Fiocruz Minecraft | Luiza do Canadá
Início » NEWSLETTER » Twitter pago | Fiocruz Minecraft | Luiza do Canadá

Twitter pago | Fiocruz Minecraft | Luiza do Canadá

RESUMO

Edição enviada em 04 de junho de 2021 aos assinantes da INTERFACES NEWSLETTER.

Bom dia. Semana curta e cheia de feriados (para quem não os adiantou por causa da pandemia), mas isso não impede de escrevermos bastante sobre tecnologia. Hoje temos Computex, Motorola mostrando as garras e até avião supersônico na edição. Quer se sentir velho? A Luiza que estava no Canadá se casou.

Ótima leitura e até semana que vem – Henrique e Samir

ELETRÔNICOS DE CONSUMO

FEROZ

A Motorola se antecipou em um dia aos dados do IDC relativos ao mercado brasileiro de smartphones no primeiro trimestre, dizendo que tem 26,6% do mercado e se prepara para ocupar o espaço deixado pela LG, segundo Sérgio Buniac, presidente da companhia (paywall).

É muito doido pensar que apenas duas marcas dominam o mercado brasileiro. Estimamos que a líder Samsung tenha entre 45%-50% de participação (talvez mais, talvez menos). Some isso aos 26,6% da Motorola e temos algo entre 71%-75% concentrados em apenas duas marcas.

Fazendo um balanço: LG e Sony desistiram dos smartphones, Asus teve um voo de galinha com os Zenfones no começo (subiu e caiu ao focar em um público premium demais), Huawei chegou e apanhou com as sanções dos EUA nos dias após a volta, Nokia, Xiaomi e Realme vêm com força para tentar crescer por aqui. E a Apple corre por fora, falando com outro tipo de comprador.

Segundo o IDC, os aparelhos com valor acima de R$ 3 mil estão em crescimento (não é que atraiam o público pela qualidade, mas pelo valor mais alto em geral dos modelos intermediários causado pela alta do dólar e crise global dos chips).

FALANDO EM APARELHO CARO

A Samsung anda com uma curiosa – e interessante – estratégia de fazer barulho de novo com o Galaxy Z Fold 2 tanto no Brasil (novas ações com influenciadores) como fora daqui (mandando docinhos caros para compradores do aparelho, tem até review). Galaxy Z Fold 3 a caminho?

Tudo indica que sim, e é um bom momento para dar uma revigorada (ou até mesmo criar conhecimento do público AAA) na linha de dobráveis. Melhor ter mais gente falando sobre e batendo palma do que ter aparelho parado no estoque.

Em tempo: Henrique escreveu sobre o projetor 4K de R$ 65 mil da Samsung.

samsung the premiere
The Premiere: projeção 4K de curtíssima distância e preço bem alto (Henrique Martin/Interfaces).

MASCOTE

Um projeto/protótipo/ideia de um designer para uma mascote virtual da Samsung, a Sam, está quebrando a internet. O negócio não é oficial nem deve ser algum dia, mas o povo ficou meio doido (regra 34 é infalível).

A ideia de um mascote virtual acabou desvirtuada antes de qualquer aplicação oficial (Lightfarm/Reprodução)

RAPIDINHO

8 minutos: é o tempo que a Xiaomi diz que leva para carregar um telefone com bateria de 4.000 mAH. Tudo graças a uma tecnologia ainda em testes de carregamento rápido de 200W – para comparação, um iPhone 12 tem carregador (vendido à parte) de 20W.

A Xiaomi só não disse quanto o aparelho esquenta nesses oito minutos nem se a bateria se degrada mais rápido que com carregadores mais lentos (na verdade, isso ninguém da indústria diz em público).

HARMONIA

A Huawei anunciou seu esperado HarmonyOS 2 com novos produtos (relógio, tablet, fones) e uma prévia muito rápida da linha de smartphones P50, com uma grande sinceridade do CEO ao dizer que “vocês sabem o motivo” do aparelho não ter data de lançamento ainda.

Vale notar que aparelhos lançados pela marca desde 2016 serão atualizados para o novo sistema operacional – que nada mais é do que uma versão melhorada do AOSP (Android Open Source Project).

MatePad Pro: tablet com HarmonyOS que compete com o iPad Pro (Huawei/Divulgação)

COMPUTEX 2021

A feira de eletrônicos de Taiwan ocorreu de forma virtual, com o habitual foco em hardware. Três destaques:

TERMINATOR

No dia que as máquinas e robôs se revoltarem contra a humanidade, você prefere ser perseguido pelo robô de cereais ou pela manicure automática?

RECLAMAR FUNCIONA

E a Apple vai atualizar os AirTags para oferecer mais privacidade aos consumidores. Vai ter um app para Android também.

CLICK IMPORTADO

A Canon vai fechar sua fábrica de câmeras em Manaus, mas a operação brasileira segue em pé. Não se sabe ainda o impacto que isso vai ter no preço final das câmeras.

É mais um triste sinal que a indústria brasileira de eletrônicos vai se reduzindo apenas a montadoras de smartphone, TV e notebook a médio prazo.

ELÉTRICO E COMPACTO

Conheça a Wuling, fabricante de veículos elétricos chinesa que produz carros pequenos – pode até ser uma “matadora de Tesla”, mas talvez os planos do governo para eletrificar a frota não incluam veículos em miniatura.

NÃO É O CONCORDE

A United Airlines foi a primeira companhia aérea a anunciar a compra de aviões supersônicos da Boom (nome horrível para uma fabricante de aeronaves, por sinal). A partir de 2029, teremos voos pela metade do tempo – exemplos citados são Newark-Londres (3h30 em vez de 6h30), Newark-Frankfurt (4h em vez de 7h) e Los Angeles-Tóquio (6h30 em vez de 10h15), com voos a 60 mil pés e velocidade Mach 1.7, com promessa de zero emissões de carbono. Será que vão aceitar pagamento com milhas?

Até 88 assentos no Overture, um avião que já foi chamado de “bitcoin da aviação” (Boom Aviation/Divulgação)

ACHADOS AMAZON DA SEMANA

CULTURA DIGITAL

TECLE F PARA SER ATENDIDO

F8 Refresh, a conferência para desenvolvedores do Facebook, trouxe novas ferramentas para empresas conversarem com seus clientes no WhatsApp e Instagram, sempre com o conceito de “mensageria privada”.

Mas a notícia preocupante que sai do evento é a volta da abertura da plataforma para pesquisadores, três anos depois do escândalo Cambridge Analytica, que coletou dados de milhões mundo afora e, bem, deu no que deu (não precisa dizer, certo?). Faltam detalhes do que será aberto e como ainda, porém.

ZAP PARA MUITOS

O WhatsApp – em uma notícia escrita de modo que ainda não decidimos se é genial ou idiota pelo WABetaInfo – terá modo de mensagens e fotos que desaparecem e finalmente compatibilidade com múltiplos aparelhos (até 4).

SINAIS

A crise causada pela mudança na política de privacidade do WhatsApp (suspensa no Brasil por enquanto) fez o Signal crescer – e se assustar com o crescimento. Indicamos.

POR ASSINATURA

Canadá e Austrália são os primeiros países a testar o Twitter Blue, serviço pago da rede social e que dá direito a “desfazer” tweets (o que não significa editá-los) e ter prioridade no suporte, entre outros pequenos benefícios.

E em breve devemos ter novos tipos de selos de desinformação e reações distintas no Twitter também. Fica a pergunta, alguém pagaria, digamos, cerca de R$ 15 para isso?

TIK-TROCO

TikTok e Kwai estão pagando para pessoas usarem os apps no Brasil. A definição do Núcleo é mais que perfeita: “o maior atrativo de Kwai e TikTok tem sido a possibilidade de ganhar alguns trocados tendo como motivação apenas a preguiça, meramente navegando pelo app.”

PRÓXIMO PASSO

O Discord quer ir além dos games e começa a testar novos mercados, começando pelo mundo da música.

PRECOCE

O blog de Donald Trump não aguentou um mês no ar. Nada como descobrir que nem sempre dá para engajar comunidades rápido como no Twitter.

Enquanto isso, o Facebook decidiu que não vai dar mais tratamento especial para políticos e chefes de estado. Todo mundo segue as mesmas regras agora.

FUNCIONAL

Difícil falarmos de antivírus e criptomoedas por aqui, mas é muito estranho ver um produto Norton com capacidade de minerar Ethereum. Não faz o menor sentido.

DE VOLTA?

Parece que o velho e bom Gawker vai voltar. Faz falta um site assim em 2021.

ESTOUROU

A bolha do NFT já era, depois de um pico (ou susto) em maio.

ESPERTO DEMAIS

Nada como ter gente que localiza fácil quem quer se separar do seu dinheiro – como o artista italiano que vendeu uma escultura invisível por US$ 18 mil.

GENTE GRANDE

Luiza, que estava no Canadá, se casou.

GAMES

DISSIDÊNCIA

Centenas de executivos, desenvolvedores e designers saíram da Blizzard no decorrer dos anos. A consequência: um ecossistema de produção de jogos que nunca sairiam pela “alma mater”.

VALORANT MOBILE

A Riot percebeu o tamanho do mercado que a esperava e anunciou o Valorant para celulares. Se cuida Free Fire.

TWITCH DÁ FUTURO

Gaulês transmitirá os playoffs da NBA, em uma movimentação histórica, tanto em tamanho quanto em importância da plataforma. E o Nobru é o novo “head criativo de games” das Casas Bahia. O que isso quer dizer? Hmmm…

FIOCRAFT

A Fiocruz pode sofrer ataques sem parar dos negacionistas da ciência, mas foi homenageada com uma reprodução de sua sede no Minecraft.

DESCULPINHA

A Ubisoft respondeu às críticas de que Far Cry 6 é um instrumento de propaganda política. Não é a primeira vez que esse tipo de problema acontece com obras deles.

ÉPICO

Genshin Impact chegará na Epic Store. Se você quer perder muito tempo de vida, é um prato cheio.

LEITURAS LONGAS

DEU NO NYT

Um perfil de Khaby Lame, o fenômeno da simplicidade do TikTok. Também tem Woebot, o robô psicólogo, e o desabafo de um roteirista de filmes de James Bond sobre a Amazon comprando a MGM.

E NA RESTOFWORLD

A queda do maior site de sugar daddy na Malásia. E porque o Twitter tem uma história de amor e ódio com a Índia.

CONEXÃO REMOTA

A Pública relatou como comunidades rurais se conectaram à internet durante a pandemia.

DUAS ENTREVISTAS

A primeira é com o investidor Marc Andressen, na newsletter de Niccolo Soldo. E no El País, um papo com a escritora Anna Wiener e a meritocracia do vale do silício.

PENAS

Como a epidemia do Covid fez restaurantes se reinventarem e, bem, aumentar a procura por asinhas de frango.

TECHBIZ

THE GIRL FROM NUBANK

Nubank anda cheio de ideias de expansão – seja aumentando o nível dos seus executivos ao se preparar para um crescimento global ou negociando com a Anitta para ser garota-propaganda (a ser anunciada como “acionista” – como todo empregado que recebe opção de ações da empresa) do banco roxinho.

CASA NOVA

O Uber vai construir um novo escritório em Osasco, o epicentro da economia digital brasileira, o vale do silício paulista.

Falando em Uber, Claudia Woods, aclamada ex-diretora geral da empresa no Brasil, agora está no WeWork.

INTERFACES circula por e-mail toda sexta-feira de manhã. 

Para assinar, clique aqui.