Review: smartphone Huawei Nova 5T

Review: smartphone Huawei Nova 5T

Huawei Nova 5T: belo smartphone intermediário que vem ocupar espaço na base de fãs da marca no mercado nacional. E tem serviços do Google, o que é excelente.

Huawei Nova 5T: o que importa

O smartphone novo da Huawei, primeiro lançamento da marca no Brasil desde o lançamento do P30 Pro ano passado, pode ser considerado um irmão menor do P30 Pro, na verdade, pelas especificações de processador e memória (são os mesmos).

O que importa: tela grande e de ótima qualidade, câmeras muito boas, duração da bateria parece excelente (lembrando que estamos na pandemia, afinal). Tem Android 9, o que é bom (apesar de ser incerto seu futuro de atualizações de segurança e sistema por conta da treta dos Estados Unidos com a Huawei).

Vale lembrar que a Huawei – apesar de ter demitido grande parte da equipe da unidade de negócios mobile em 2019 no Brasil – segue lançando acessórios (relógio, fone de ouvido) para marcar território enquanto a questão do banimento não se resolve. Em uma previsão modesta, só depois que (e se) mudar o governo republicano nos EUA – o que pode ser 2021 ou 2025.

Design, especificações

O Huawei Nova 5T vem processador Kirin 980, 8 GB de RAM, 128 GB de armazenamento interno e roda Android 9 com a interface EMUI 9.1. Vem nas cores preto e azul.

Recebi a variante azul, que é linda. A parte frontal é coberta quase por completo pela tela LCD (resolução FHD+, 2340 x 1080 pontos), que tem um furo no canto esquerdo reservado para a câmera frontal.

A parte traseira tem acabamento multicor, que dá um efeito visual muito interessante. O aparelho tem uma bandeja para SIM card na lateral esquerda.

O leitor de digitais fica na lateral direita do aparelho e atua como botão de liga-desliga – ao lado do controle de volume.

Câmeras

Na traseira, são quatro câmeras: grande-angular (12 megapixels), principal (48 megapixels), uma de profundidade (2 megapixels) e outra macro (também 2 megapixels). Segue a escola Huawei – que eu gosto – de uso intensivo de recursos de inteligência artificial (e pós-processamento) para gerar imagens muito boas, seja de dia ou à noite. Por ser um aparelho da linha Nova, não tem a grife Leica nas lentes, mas isso não é um problema.

A câmera frontal é boa para selfies, seguindo também a máxima de “câmera frontal com recurso de embelezamento sempre ligado” que sempre pode ser desativado rápido.

Amostras de fotos feitas com o Huawei Nova 5T

Software, Bateria

O Huawei Nova 5T roda Android 9 com a já conhecida EMUI 9.1. Por ter o mesmo processador/RAM do P30 Pro (Kirin 980, 8 GB de RAM), roda suave e sem travar – assim como um P30 Pro nos dias de hoje. Veio com serviços do Google completos (ufa – afinal, é quase impossível de usar um smartphone sem os GMS ativados, como já vimos no Mate 30 Pro). Vem com a App Gallery da própria Huawei – que segue com erros de tradução e termos em espanhol – e poucos apps de terceiros pré-instalados (Netflix e Booking, em resumo).

A duração de bateria (3750 mAH de capacidade) é boa, no que dá para medir sem sair de casa. Um dia de uso terminou com 38% de carga, o que é ótimo e deve dar para um dia inteiro no mundo real na rua. O aparelho vem com um carregador rápido de 22,5W.

Huawei Nova 5T: resumo

O que é isso? smartphone Android intermediário com mesmo processador do P30 Pro.
O que é legal? Design, câmeras eficientes.
O que é imoral? Falta um conector para fones de ouvido (vem com um fone USB-C na caixa)
O que mais? Caixa vem com capa de plástico, carregador rápido é útil
Avaliação: 8,0 (de 10). Entenda nosso novo sistema de avaliação.
Preço sugerido: R$ 2.999 
Onde encontrar: Fast Shop / Huawei

Escrito por
Henrique Martin
5 comentários
  • Bom smartphone!! Preço até razoável!! Não importo-me pela falta da entrada P2! O que não gostei dele é seu som mono— poderia ser estéreo!! Uma pergunta: este site tem canal no YouTube???