Hands-on: Apple iBooks Author

Hands-on: Apple iBooks Author

RESUMO

Uma das ferramentas para criar livros eletrônicos – e publicá-los na iBookstore, loja de livros da Apple – é o novo iBooks Author, aplicativo gratuito para Mac OS X que permite criar seu próprio material com facilidade.

A Apple lançou hoje sua iniciativa de educação, com novas funcionalidades de publicação de livros eletrônicos para o iPad e material de ensino na iTunes U. Uma das ferramentas para criar livros eletrônicos – e publicá-los na iBookstore, loja de livros da Apple – é o novo iBooks Author, aplicativo gratuito para Mac OS X Lion que permite criar seu próprio material com facilidade.

Em menos de 20 minutos, usei um texto do ZTOP como padrão e consegui publicá-lo como um arquivo PDF (download no final deste texto). Em resumo, se você conhece o Keynote, app de criação de apresentações da Apple, não vai ter nenhum problema em usar o iBooks Author. A tela inicial mostra as opções de modelos de “livros” – botânica, astronomia, álgebra, história, ciências e entomologia. A maioria dos menus e janelas é igual à do Keynote.

Basta escolher um e diagramar seu texto que vai “virar livro”. Eu optei pelo modelo “Earth Science” e usei a entrevista que o Nagano fez com o  “pai do Thinkpad” como base do livro – foi só copiar e colar.

O trabalho, tendo um texto pronto (e imagino que quem queira escrever um livro não o fará direto em um aplicativo como esse), foi de organizar o fluxo do texto na diagramação das páginas e ordenar as imagens.

O iBooks Author divide a obra em capítulos e seções. A opção “pré-visualizar” requer um iPad conectado ao Mac (não era o meu caso no momento).

E, conforme o tamanho do texto e a quantidade de imagens, dá pra fazer ajustes personalizados.

A Apple diz que o iBooks Author permite ainda importar vídeos, inserir galerias de fotos e até mesmo importar apresentações do Keynote para inserir no livro.

Na hora de finalizar, você pode exportar o resultado final para PDF (baixe o nosso aqui: ZTOP: hands-on com o iBooks Author). Vale ressaltar que o produto final fica com marca d’água “iBooks Author” em cada página.

Ou enviar para a iBookstore (não era o caso do meu teste).

O aplicativo cria um pacote de arquivos no desktop do Mac, que será enviado para a iBookstore. Mesmo que você escolha a opção de distribuir o livro de maneira gratuita, a Apple requer um cartão de crédito vinculado a sua Apple ID (a mesma usada para baixar apps e filmes/músicas na iTunes Store).

De qualquer modo, o iBooks Author se prova uma ferramenta muito simples e fácil de usar, e eu consegui criar um livro em menos de 20 minutos. Sim, existe a restrição de plataforma – é um aplicativo para Mac apenas -, mas tem um potencial enorme para criar itens profissionais com rapidez – ou até mesmo organizar diários pessoais e, por que não, publicar textos mais longos do site em um formato mais simples de ler.

E ainda é gratuito – o download é feito via Mac App Store.

 

Escrito por
Henrique Martin
10 comentários
  • fiquei com vontade, muita vontade de ter um mac, mais do que ja tinha…

  • […] de uma reunião de duas horas pra ouvir sobre tecnologias, almocei, escrevi um post sobre o novo aplicativo de livros da Apple, dei conselhos de trabalho para uma amiga, vi que a internet estava dando problemas no final da […]

  • Mas como assim, marca d'água bizarra "iBooks Author" em cada página, sério? Então fulano vai vender seu ebook na iBookstore com isso??? 8-o

  • Cara, to pensando até que ponto vale investir num Mac… sou escritor tb, já lancei pelo Kindle, mas dá raiva saber que pra usar isso terei que desembolsar, por baixo, 2.600 reais. É muito ridículo…

    • Alexxrb, em 2008 eu me senti no mesmo dilema que você, precisava comprar um Mac só para programar para iPhone. Comprei um Macbook em 2009. Hoje minha opinião é outra: depois de algum tempo usando você descobre que a plataforma tem tantas vantagens que compensa cada centavo investido. Em tempo: ainda uso o mesmo equipamento e ainda vai me servir bom um bom tempo.

  • legal,

    agora falta sair para windows…

    mas o publisher não faria isso???
    eu já organizei muitos livros em formato brochura usando esse programa do office
    seja missas, livros de canto, cerimonial de formatura, manuais etc…