Um passeio fotográfico com o Samsung Galaxy S20 Ultra (parte 1)

Um passeio fotográfico com o Samsung Galaxy S20 Ultra (parte 1)

A Samsung anuncia hoje a chegada da linha Galaxy S20 ao Brasil – S20, S20+ e S20 Ultra, além do dobrável Galaxy Z Flip. Estou com uma unidade de testes do S20 Ultra, o modelo topo de linha, desde o final da última semana – já saiu meu review para o Estado de S. Paulo. Seguem aqui algumas impressões do aparelho.

Leia também a parte 2 deste texto.

Linha Galaxy S20 no Brasil: preços sugeridos

  • Galaxy S20: R$ 5.499 (128 GB)
  • Galaxy S20+: R$ 5.999 (128 GB)
  • Galaxy S20 Ultra: R$ 7.999 (128 GB/12GB RAM) – R$ 8.499 (512 GB / 16 GB de RAM)
  • Galaxy Z Flip: R$ 8.999
  • fones Galaxy Buds+: R$ 999

Galaxy S20 Ultra: meu review relâmpago

  • O display de 6.9 polegadas a 120hz. É a tela de smartphone mais nítida e fluida que já vi (nas transições entre apps, por conta dos 120hz, apesar de não usar a resolução total do aparelho nesse modo).
  • Apesar de grande e razoavelmente pesado, o S20 Ultra é confortável de usar, culpa da quase ausência de bordas na parte frontal. Mas fica grande no bolso da calça, de qualquer maneira.
  • Problema de primeiro mundo: usar a capinha de plástico que veio na caixa atrapalha um pouco o uso da tela nas bordas.
  • A câmera tripla é polêmica e me faz pensar que o S20 Ultra não é um aparelho para qualquer tipo de consumidor. Tem ajustes que requerem passos adicionais – e trazem resultados incríveis. O autofoco é um problema que precisa ser resolvido e o modo noturno, em cenas que o algoritmo detecta pessoas, poderia ser mais veloz (não peça a um grupo de pessoas em um bar para ficarem quietas por 8 segundos porque o fone vai fazer A foto. Nessa hora, mais fácil ligar o flash, que é um dos melhores que já vi numa câmera de smartphone).
  • O “Space Zoom” de 100x é truque de marketing (como o 50x do Huawei P30 Pro também era). Porém o milagre que a Samsung operou (obrigado, engenheiros) com software para conseguir zoom híbrido (óptico+digital) é impressionante e traz resultados interessantes até 30x, o que é bom demais. Além disso, as imagens saem bastante borradas – mas, de novo, é algo que impressiona quem nunca viu esse recurso em um smartphone.
  • Esqueci, em dois aniversários no final de semana, de usar o modo Tomada Única, que tira várias fotos e vídeos de uma cena (seria ideal na hora do parabéns). Droga!
  • A quantidade absurda de RAM (no bom sentido) que permite manter alguns apps sempre abertos – sem nunca encerrar a tarefa e nem imaginar em travar o smartphone.
  • O estranho: me mandaram uma versão 5G do S20 Ultra. Esqueci de desabilitar no primeiro dia de uso – não temos 5G no Brasil, afinal – e acredito que consumiu mais bateria (cheguei a 18% após 12h de uso em uma bateria de 5.000 mAH). Com a antena 4G/3G apenas, chegou ao final do dia em 31%. Melhor, mas faminto.

Galaxy S20 Ultra: fotos com as câmeras

A maioria das imagens abaixo eu já publiquei nos últimos dias em uma sequência no meu Twitter:

Bichos & Plantas

Matilda
Chicabon

Fotografar objetos de perto é o maior desafio para o foco automático: tentativa e erro, tentativa e erro. Às vezes dá certo…

…às vezes não:

Mas com luz do sol, os resultados tendem a ser excelentes:

Cenas com pouca luz

nada ideal, por sinal…
mas essa ficou ótima com sete segundos de exposição. foi feita por volta das 23h e parece dia.
Anoitecer com chuva em São Paulo

Brincando com o superzoom

@ztopzumo

##unpacked2020 ##fyp ##tech ##smartphone ##samsung ##s20ultra

♬ BoJack’s Theme – Patrick Carney

O Museu do Ipiranga está lá loooooonge (grande angular)

Está mesmo? (lente normal)

Tem certeza disso? (5X)

Oi D. Pedro! (30x)

E aí, como está a família? (100x)

Uma brincadeira similar, agora no monumento da Independência (sem o 100x, que é… um truque mesmo):

108 megapixels

O Galaxy S20 Ultra faz fotos com 12.000 x 9.000 pontos. Essa opção está desativada por padrão no menu da câmera, porém dependendo da cena o algoritmo de sugestões recomenda o uso dos 108 megapixels. Control+Clique para abrir as fotos em tamanho original em outra aba do seu navegador – a média de tamanho é de 25 MB por arquivo.

Em resumo, fotos MUITO nítidas.

Bônus: um vídeo em resolução 8K

Além das imagens a 108 megapixels, o Galaxy S20 Ultra é capaz de filmar em resolução 8K. Alguns poréns aqui:

  1. Você precisa de espaço de armazenamento no telefone (esse vídeo de 30 segundos ocupou… 300 MB).
  2. A imagem tem algum tipo de corte (crop), aproxima bastante ao habilitar a gravação de vídeo (sem opção de zoom óptico aqui).
  3. O YouTube mostra 8K apenas no navegador do desktop. Se você está no app mobile, o máximo será 1080p.

E a parte 2?

Essa é a parte 1 da câmera do S20 Ultra. Nos próximos dias (provavelmente até o final da semana), vou publicar uma segunda parte com as impressões de um consumidor final (oi Joel!) que comprou um S20 Ultra e está usando como uma pessoa comum usaria o smartphone.

[Samsung]
Escrito por
Henrique Martin
4 comentários