Amazon Echo Show 10: Alexa para a cozinha
Início » REVIEWS » preview » Amazon Echo Show 10: Alexa para a cozinha

Amazon Echo Show 10: Alexa para a cozinha

RESUMO

Echo Show 10 é o novo modelo da linha de alto-falantes inteligentes com tela da Amazon no Brasil, que começa a ser vendido hoje (17).

O Echo Show 10 é a Alexa para a cozinha. Explico: é um alto-falante inteligente com uma tela HD de 10,1 polegadas sensível ao toque e que segue seu dono (!) conforme ele se movimenta.

Alexa me seguindo. eu estava sentado na cadeira.

Por que para a cozinha? Se a sua tem espaço (a minha não), dá para seguir receitas e ver vídeos se movimentando pelo local sem perder atenção na tela. Serve como um substituto pós-moderno para a velha TV desconectada da cozinha de casa – e que ainda fala com o cozinheiro.

O movimento da tela é esquisito e distópico da primeira vez (ou na primeira semana, vai), mas é bem prático (e é possível desabilitar o movimento).

E em um mundo que estamos ficando acostumando a ver telas cada vez com menos bordas (nos smartphones, tablets e TVs), o Echo Show 10 tem bastante borda – o que faz sentido, para acertar o ângulo com as mãos sujas de ingredientes, se precisar.

A base é um alto-falante (que fica bem estável em superfícies, sem tombar) com dois tweeters frontais e um woofer, com um som bom (ao meu ouvir, melhor que do Echo 4a geração, mas não tão bom como do Echo Studio), que enche o ambiente.

Junto à base, um motor silencioso (sem ruídos mesmo) gira a tela para acompanhar o movimento do dono. Você está ouvindo músicas, se levanta da mesa e a tela vai na sua direção. A tela também tem movimento vertical, para ajustar o ângulo de visualização, e os botões de volume, mudo e a trava da câmera estão acima dela. Vale notar que o movimento da tela usa a câmera como rastreador de pessoas: se a câmera estiver bloqueada, o recurso não funciona. E se a luz ambiente estiver fraca, também não funciona.

Tirando a questão da tela grande que se move, é um alto-falante inteligente padrão Alexa que faz tudo que os demais modelos fazem – criar listas, tocar músicas, fazer piadinhas infames. Por conta da tela, dá para ver vídeos do Prime Video, da Netflix e, em algum momento, será possível adicionar uma skill (habilidade) de videochamadas no Zoom (pelo que notei, disponível apenas nos Estados Unidos por enquanto). Tem também a boa skill TV ao Vivo, que mostra alguns canais nacionais e internacionais em streaming.

O Echo Show 10 também pode ser usado como câmera de segurança. Quer dizer, mais ou menos: dá para ativar no app Alexa do smartphone (o Echo Show 10 aparece como uma câmera na interface) e fazer a tela móvel varrer o ambiente arrastando os dedos na tela. É legal? Sem dúvida. Mas como “segurança” mesmo não acredito que conte muito, já que mostra um aviso enorme na tela. Se um potencial ladrão vê isso, tira da tomada ou jogo no chão, certo?

Eu compraria um?

Se tivesse espaço disponível na cozinha para um gadget ultraconectado para fazer companhia ao microondas, geladeira e fogão, sim.

O Echo Show 10 é um aparelho que precisa de mais planejamento interior para se encaixar ao ambiente. Um Echo ou um Echo Studio são mais “peças de mobília” inteligentes, o Echo Show 10 requer maior pensamento para ver exatamente onde cabe – e se ele tem área de manobra para movimentar a tela.

O alto-falante inteligente com tela começa a ser vendido hoje no Brasil pelo preço sugerido de R$ 1.899 na cor preta.

Este post contém links de associados para a Amazon Brasil. Caso você compre algo, INTERFACES pode receber uma comisão.

Para assinar INTERFACES clique aqui e receba o melhor da tecnologia por e-mail toda sexta-feira de manhã, com a nossa curadoria.

Escrito por
Henrique Martin
1 comentário